Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

terça-feira, 24 de abril de 2012

Vida sem tabaco.

31 Maio – Dia Mundial sem Tabaco

Hoje é normal e até se discrimina muito quem fuma seja na rua, em casa ou no trabalho. Até poucos anos atraz era normal, não era recriminado e até incentivado a fumar. É só olhar filmes e até desenhos animados que mostravam personagens fumando com muita frequência.

Na minha casa atualmente ( eu, meu marido e minha sogra) ninguém fuma e nem na casa dos meus pais. Isso não foi um problema em especial para mim. A não ser quando criança, fui queimada, uma vezes, na rua por pessoas que estavam fumando. Balançando com o cigarro na mão não prestavam atenção que a ponta do cigarro poderia acertar alguém. E este alguém infelizmente foi eu. Me lembro também que quando criança meus pais fumavam.

Assim como beber socialmente não leva a tantas conseqüências, fumar eventualmente também não. A questão é que muitas pessoas estão viciadas em cigarros e eles não prejudicam apenas a si mesmos, mas as pessoas ao seu redor com o fumante passivo.

Lembro de uma amiga em especial que tinha alergia e a mãe dela não queria saber. Fumava na frente dela e a filha se esvaia em tosses e a mãe não dava bola.

O pior de tudo são as mães com seus filhos no ventre fumando e o bebê inocentemente fumando junto.

Assim como somos viciados em comida, chocolate, bebida, no namorado, em chupar o dedo, etc. São várias as formas de vício. Então, jogue a primeira pedra quem não tem nenhum, nenhum vício mesmo.

Então em primeiro lugar não julgue quem fuma. Quando existe excesso seja qualquer atitude que temos. Isso nasceu de uma necessidade ou carência que precisa ser tratada. Seja com psicólogo, psiquiatra, terapeuta floral, etc.

Também precisamos de campanhas de conscientização. Tratamentos eficazes e principalmente para quem tem o vício. Descobrir o que faz ela buscar a satisfação no cigarro e não em algo mais saudável.

Quando nos deixamos levar por um vício estamos em total desarmonia. Então precisamos voltar a harmonia. Um tratamento pode levar muito tempo ou não. Depende de vários fatores. Lembre que você levou muito tempo para ficar viciado e também é possível que leve um bom tempo para se livrar dele. Boa senso nessa hora, compaixão e força de vontade ajudam muito.

Uma dica de bruxa simples, aparentemente boba, quem sabe pode ajudar. Já que uma das reclamações do fumante e sentir falta de ter algo na boca. Quem sabe compra aquelas mini-cenourinhas e come quando der vontade de fumar. Além de ser algo saudável pode ajudar a amenizar os sintomas da falta do cigarro.

Lembre-se: Você que possui o vício é muito prejudicado pelo o que acontece no seu corpo, mas as pessoas ao seu redor sofrem muito também. Por vê-lo nesse estado, por ter que agüentar o cheiro e fedor do cigarro (o fumante já nem percebe) e por fumar passivamente também prejudicando ainda mais a sua saúde.

Tudo tem um limite! Respeite a si mesmo e aos demais. Isso demonstra compaixão e amor próprio.
 

Um comentário:

  1. Parabens pelo post
    Espero voltar aqui outras vzs
    Estou convidando vc a visitar o meu blog e se tornar um seguidor
    Já estou seguindo vc
    http://3fasesdalua.bolgspot.com/

    ResponderExcluir

Blessed Be!