Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Livre-Arbítrio

O Livre-Arbítrio é também observado como a auto-avaliação, o julgamento do próprio executor do ato, levando-o às experiências necessárias para seu crescimento espiritual. Interferir numa escolha pessoal é, portanto, interferir no destino que a pessoa traça para si mesma, é negar uma experiência que a pessoa considera (na maioria das vezes não conscientemente) que precisa viver.

     A compreensão do livre-arbítrio sob esta óptica nos permite, ao mesmo tempo que fechamos as portas às pessoas que desejam apenas pinçar em nossas fontes informações para uso prático para fins estranhos à nossa visão da verdade, escancará-las a novas idéias, conceitos e práticas, desde que se revelem coerentes com nossa verdade. Assim, a visão que temos pode crescer e se aprofundar, sempre se pautando pelo entendimento, pela concordância, pela aproximação, e não pelo conflito ou divergência.

     Livre-Arbítrio não é escolher entre "certo e errado", livre-arbítrio é traçar seu próprio caminho mesmo quando o caminho escolhido for o de muitos outros. Para a Bruxaria existem apenas caminhos mais longos e mais curtos, mas cada um tem o seu caminho a percorrer. Por vezes corremos, por vezes andamos lentamente.

     O exercício do livre-arbítrio é o caminhar. Sem ele, podemos ter a ilusão de estarmos seguindo junto com a correnteza, mas na verdade estamos estagnados, estamos cegos, pois o que não é feito sem surgir a partir de seu mais profundo íntimo é feito mecanicamente, e o que é feito mecanicamente não é transportado ao espírito. Se não tomamos as rédeas de nosso destino, se não fazemos escolhas e as delegamos a outros, não estamos nos aproximando de verdade alguma, nosso corpo se move, temos sensações mas somos sempre os mesmos. É da crítica ao dogma e da tentativa de compreensão, mesmo quando o mestre é a própria natureza, que surge a luz.

     A Bruxaria por não ser uma prática unificada, não possui leis próprias como algumas religiões, mas as bruxas reconhecem o código de ética, que não é secreto, e sim bastante dedutivo a medida que você começa a lidar com a magia.

      A magia em si possui algumas leis, que não passam de leis da própria Natureza. Existe a célebre frase: " Não há nada que a ciência tenha dito que eu não tenha visto como bruxa", e isto é verdade! Nossas leis são todas naturais.

     Livre-Arbítrio é a capacidade que o ser humano tem de escolher seu próprio caminho. Portanto, se alguém faz algo que você não gosta, você tem que respeitá-la. Não mandamos nas pessoas, não as manipulamos, manipular alguém é interferir no livre-arbítrio.
 

   Vocês não podem impedir uma pessoa de escolher seguir o caminho de outra religião, pois ela é livre para fazer isso. Todas as pessoas deveriam conhecer as diversas religiões para escolherem a qual mais lhes convém, a que elas acreditam. Quando uma pessoa está em paz com suas crenças, sejam elas pagãs, cristãs e outras , ela está percorrendo o caminho certo.

     Não acredito em Demônio nem no Deus da forma que muitos acreditam, pois acho que não existe nem bem absoluto nem mal absoluto. Portanto, não existe verdade absoluta. Cada pessoa tem a sua verdade e essa é a verdadeira para si. A Deusa Mãe e o Deus Cornífero não são representações do demônio (nem poderiam ser, pois na Bruxaria o demônio não é cultuado nem existe). Eles são complementos, como a noite e o dia, luz e trevas, pai e mãe. Eles são a morte e a vida. São as coisas belas e as coisas tristes. Podem ser uma suave brisa ou um turbulhento furacão.

      Existem pessoas que só enxergam um lado...são fanáticos...não percebem que a verdade tem várias facetas....nenhuma pessoa pode chegar dizendo que o único caminho e a única verdade está nas suas crenças....temos o Livre Arbítrio não é verdade? Então cada pessoa tem o direito de escolher o seu caminho, e ele será a sua verdade!
  
     O destino é um poder da Natureza. E nós seres humanos somos regidos por este poder, que está ligado às Divindades.
Somos guiados e regidos por esta força mágica.
O destino, na verdade, é uma força divina, que se impõe sobre nós;
Nossas vontades e nosso viver.
Nós passamos a ter algum poder, quando utilizamos nosso Livre Arbítrio.
Quando nos preparamos com responsabilidade para fazer nossas próprias escolhas.
Nesse momento, estaremos contribuindo e somando nesse poder Divino.

     O Livre Arbítrio são nossas vontades manifestadas.

     São nossos desejos, e nossas realizações.
  O Livre Arbítrio, diferente de nossos destinos, não são predispostos plenamente ao poder Divino.
     Mas sim, a atribuição de nossas vontades e nosso potencial.

    Na verdade o Destino são as vontades dos Deuses, e o Livre Arbítrio, a nossa vontade humana.
     Quando nós pensamos no destino nada mais é que o conjunto de possibilidades, que talvez, não tenham a ver com a nossas ações e estejam nas mãos dos deuses.
      E quando a gente pensa em livre arbítrio, talvez tenha uma série de possibilidades, contendo somente as nossas vontade.

     Veja a vida como uma árvore, cheia de ramos.
   Em que esses ramos seriam os caminhos que poderíamos escolher para a nossa vida, pensem nesses ramos como um destino pré destinado já para humanidade mas tendo nós a possibilidade de escolher esses caminhos, juntando o destino com o Livre Arbítrio.

    Estamos neste plano com um propósito; evoluir continuamente. Adquirir conhecimentos e transmutar esses conhecimentos em EVOLUÇÃO.
    E nossas escolhas refletem o nosso sucesso ou fracasso.

   O que muda, ao longo da vida, é a forma como este fato - marcado de forma clara nas Previsões. Á medida do transcorrer de nossa vida e na medida em que, com nossa experiência adquirida, caminhamos no caminho de nossa evolução pessoal espiritual.
Esse será o nosso crescimento e maturidade em nosso viver espiritual e material.
 

   Todos nós chegamos a este mundo com uma bagagem. Uma maleta cheia de coisas boas e também de coisas ruins.
E precisamos, a cada dia, saber organizar e direcionar os pertences dessas malas.
Sentimentos, desejos, comportamentos, experiências, conhecimentos...

     No fim, sabemos que algumas coisas são irrefutáveis e de uma maneira ou de outra tendem a acontecer, pois é nossa missão contida ali, faz parte de nosso carma. Mas muito pode ser mudado, contornado, aliviado. Experiências ruins podem ser transformadas em lições proveitosas e quando aquela mesma energia se fazer presente temos a experiência de contorná-la de maneira mais clara e consciente!

    Por fim, percebemos quão intimamente relacionados estão o livre-arbítrio e a verdade. Praticar o Livre-Arbítrio é buscar, se aproximar e concretizar a verdade.

      Eu sou uma bruxa seguidora da Religião Antiga.

     Acredito na Deusa Mãe e no Deus.
   Livre-Arbítrio é um poder de escolha, que determina a velocidade com que evoluímos, de modo que vamos na base da tentativa e erro tentando encontrar, em nossa senda evolutiva, o caminho com menos tropeços, descobrindo as Leis que governam a Natureza, encontrando nosso espaço, nosso propósito . Carl Jung dizia; “Livre-Arbítrio é a capacidade de fazer de bom grado o que era preciso fazer”.




  


Texto e imagens atribuídas a Antropologa Selma.
Fonte do texto blog 3fasesdalua.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O erro já foi corrigido, desculpe pela falta de atenção.
      Não tive inteção de causar este problema. Nem tirar o verdadeiro valor do texo e suas imagens, nem prejudicar a antropologa Selma.
      Envergonhada peço desculpas.

      Bruxa Wakanda.
      Blessed be!

      Excluir

Blessed Be!