Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

sexta-feira, 23 de maio de 2014

SÍMBOLOS MÍSTICOS E SEUS SIGNIFICADOS



Olá pessoal.
Eu já escrevi algumas matérias sobre como atrair boas energias para a casa usando objetos. Nessa edição venho falar de símbolos místicos que são usados dentro de varias crenças  para atrair harmonia, proteção, força, prosperidade, coragem, sorte ou o que a pessoa esteja precisando no momento. 
Existem alguns símbolos mais conhecidos outros menos, uns que atraem a simpatia das pessoas a ponto até mesmo de tatuá-los no próprio corpo e levá-los consigo pela pela vida toda.
Existe além de um significado, uma história por trás de cada símbolo, algumas muito curiosas. Muitos também, aproveitam a simbologia de alguns animais p atrair proteção, sabedoria, saúde ou muitas vezes apenas por simpatia.

Curiosidades sobre alguns símbolos:

OLHO GREGO OU OLHO TURCO
O Olho Turco  é um talismã muito usado pelos turcos para proteção das casas, empresas e pessoas contra más energias, mau olhado, inveja e mau agouro, como também para atrair sorte.
Aqui no Brasil o Olho Turco é mais conhecido como Olho Místico ou Olho Grego, pois além da Turquia, na Grécia também é muito usado para proteção de pessoas, lojas, carros e imóveis de más energias, além de vários países árabes, Armênia e Irã.

ANKH
Conhecida também como cruz ansata, era na escrita hieroglífica egípcia o símbolo da vida. Conhecido também como símbolo da vida eterna. Os egípcios a usavam para indicar a vida após a morte. Hoje, é usada como símbolo pelos neopagãos em sua crença na reencarnação. Originou-se de tiras de sandália, com relação de movimento, e movimento é vida.

OLHO DE HÓRUS
Udyat ou ainda Olho de Rá é um símbolo, proveniente do Egito Antigo, que significa Poder e Morte, relacionado à divindade Hórus. Também relaciona-se à trindade egípcia Rá, Osíris e Hórus. Era um dos mais poderosos e mais usados amuletos no Egito em todas as épocas. Hoje em dia, o Olho de Horus adquiriu também outro significado e é usado para evitar o mal e espantar inveja (mau-olhado), mas continua com a ideia de trazer proteção, vigor e saúde. O olho original é o esquerdo, que foi ferido pelo deus Seth. O esquerdo relaciona-se à Lua, ao feminino, ao passivo, yin. E o direito relaciona-se com o Sol, o masculino, ao ativo, yang.

OM
 É o mantra mais importante do hinduísmo e outras religiões. Diz-se que ele contém o conhecimento dos Vedas e é considerado o corpo sonoro do Absoluto, Shabda Brahman. O Om é o som do universo e a semente que "fecunda" os outros mantras. O som é formado pelo ditongo das vogais a e u, e a nasalização, representada pela letra m. Por isso é que, às vezes, aparece grafado Aum. Estas três letras correspondem, segundo a Maitrí Upanishad, aos três estados de consciência: vigília, sono e sonho.

YIN YANG
É, na filosofia chinesa, uma representação do principio da dualidade de yin e yang, o conceito tem sua origem no Tao (ou Dao), base da filosofia e metafísica da cultura daquele país. Segundo este princípio, duas forças complementares compõem tudo que existe, e do equilíbrio dinâmico entre elas surge todo movimento e mutação. Essas forças são:
Yang: o princípio ativo, diurno, luminoso, quente, masculino.
Yin: o princípio passivo, noturno, escuro, frio, feminino.

 FLOR DE LÓTUS
No oriente, a flor de lótus significa pureza espiritual. O lótus (padma), também conhecido como lótus-egípcio, lótus-sagrado ou lótus-da-índia, é uma planta aquática que floresce sobre a água.
No simbolismo budista, o significado mais importante da flor de lótus é pureza do corpo e alma. A água lodosa que acolhe a planta é associada ao apego e aos desejos carnais, e a flor imaculada que desabrocha sobre a água em busca de luz é a promessa de pureza e elevação espiritual.

SUÁSTICA
É um antigo símbolo religioso formado pela cruz grega com braços em ângulos retos. Antes de ter sido adotada pelo nazismo, a suástica era um símbolo sagrado de boa sorte e de saúde na Europa pré-cristã e em muitas outras culturas pagãs em todo mundo, incluindo as orientais, egípcias e tribais das Américas. A palavra suástica origina-se do sânscrito (svastika) que significa "um sinal de felicidade, prazer boa sorte". Existem milhares de símbolos da suástica pelo mundo e o mais antigo de todos data do ano 12.000 a.C.. Curioso, não?

ESTRELA DE DAVI
Não se conhece nenhum registro que permita precisar o local e a data de surgimento do hexagrama, como os místicos chamam a estrela de seis pontas. Sabe-se apenas que ela já era conhecida na Índia por volta de 4000 a.C. Apesar de ficar mais conhecida como símbolo do Judaísmo, ela nunca foi, portanto, de uso exclusivo dessa religião - e pode ser vista também na arte muçulmana e na decoração de muitas catedrais cristãs da Idade Média. "O hexagrama sempre foi, para vários povos, um símbolo de proteção, representando a união do Céu com a Terra", afirma o filósofo Mário Sérgio Cortella, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). O nome Estrela de Davi vem do hebraico Magen Davi, literalmente "Escudo de Davi". Segundo a tradição judaica, os soldados do rei Davi - um dos principais personagens do Antigo Testamento - traziam no escudo o hexagrama para atrair a proteção divina.

TRISKLE CELTA
Eu adoro esses simbolo.
Também conhecido como triskele, triskelion ou tryfot, é uma espécie de estrela de três pontas, geralmente curvadas, o que confere ao símbolo uma graciosa fluidez de movimento. Pode ainda ser definida como um conjunto de três espirais concêntricas. É um dos elementos mais presentes na arte celta, e tem sua origem atribuída aos povos mesolíticos e neolíticos. O triskele é um antigo símbolo indo-europeu. Também era utilizado por povos germânicos e gregos. É um antigo símbolo druida que traduzido significa Energia Divina.
O triskele celta é um elemento geométrico com três esferas sagradas que manifesta e representa a divindade, o princípio e o fim, a eterna evolução, o movimento, a vibração e a perpétua aprendizagem.
É representado com três espirais em movimento, que são a manifestação da Fonte Eterna
Pode ainda representar as 3 manifestações que tornam possível a evolução humana: Corpo, Alma e Mente.
Os celtas consideravam o três como sendo um número sagrado. Basta ver que a sabedoria dos celtas, tanto na Irlanda quanto no País de Gales, foi preservada através das tríades"Triskle é um símbolo celta que representa as tríades da vida em eterno movimento e equilíbrio.
-nascimento, vida e morte
-corpo, mente e espírito
Sendo uma espécie de estrela de três pontas inserida em um círculo, ou três espirais “com pernas” ligadas de forma triangular dando ideia de movimento. Possui diversas variações dentro da arte de “trançar” dos povos celtas.

LEMNISCATA
É o famoso "oito deitado", tido como um símbolo do infinito. A razão de essa curva geométrica especial assumir tal significado é seu traço, contínuo, uma forma sem começo nem fim.
Adotada por diversas linhas espirituais, ela simboliza, para os rosa-cruzes, a evolução quando observada de dois lados: o físico e o espiritual. Um dos anéis de lemniscata é a jornada do nascimento à morte, o outro da morte ao novo nascimento. 
O ponto central é considerado o portal entre os dois mundos. Essa figura aparece em antigos desenhos celtas e no caduceu (cetro) de Hermes, o deus grego da comunicação (que leva as mensagens dos mortais para os deuses).
Na antroposofia (filosofia espiritual sistematizada pelo austríaco Rudolf Steiner no século 19), a lemniscata ocupa um papel central porque representa o equilíbrio dinâmico, perfeito e rítmico do corpo. A forma geométrica da lemniscata é a base de muitos processos antroposóficos: desde a dinamização de medicamentos até a criação de estruturas arquitetônicas, movimentos da euritmia, desenhos da terapia artística,etc.

PENTAGRAMA
Na Mitologia Romana o símbolo da deusa Vênus foi associado a diversas divindades e cultuado por diversas culturas. O símbolo é encontrado na natureza, como a forma que o planeta Vênus faz durante a aparente retroação de sua órbita. se você observar o planeta Vênus durante oito anos, verá que ele faz no céu a forma de um pentagrama.
O pentagrama trata-se de um dos símbolos pagãos mais utilizados na magia cerimonial pois representa os quatro elementos (água, terra, fogo e ar) coordenados pelo espírito, sendo considerado um talismã muito eficiente; possui simbologia múltipla, sempre fundamentada no número cinco, que expressa a união dos desiguais. Representa uma união fecunda, o casamento, a realização, unindo o masculino,o 3, e o feminino, o 2.
Ao longo do tempo o Pentagrama foi usado por diversos estudiosos e filósofos como Pitágoras que usou o pentagrama como símbolo da primeira faculdade no mundo dos homens, a Escola Pitagórica.
O Pentagrama invertido, significa a verdade sobre o fato de o Espírito ser apenas uma faceta da matéria. Pode-se observar também que o Pentagrama com duas pontas para cima aparecia, como um dos símbolos da Baphomet. Assim sendo, o pentagrama invertido possui significados paralelos.


Embelezar ambientes e o nosso próprio corpo usando um objeto que contenha um significado de força, proteção, saúde ou amor é também uma forma sábia de gerar energias positivas ao nosso redor. Algumas atenções conscientes poderão contribuir para mudanças em nossas vidas.
Aproveitem!

Paz, luz e um feliz reencontro.





Blessed be!!!

Obervações: Significados dos símbolos foram pesquisados e retirados de sites internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!