Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Como Contactar Espíritos Usando a Tábua Ouija




Algumas coisas que achei na net a respeito da utilização correta da tábua de ouija, além de advertências sobre os cuidados a serem tomados.

Prece Introdutória:

"Em nome de DEUS, Jesus Cristo, Da Grande Irmandade da Luz, dos Arcanjos Michael, Raphael, Gabriel, Uriel e Ariel, por favor protejam-nos das forças do mal durante esta sessão. Façam com que não haja nada além de luz envolvendo este tabuleiro e seus participantes, e permita que nos comuniquemos somente com forças e entidades da Luz. Protejam-nos, Protejam esta casa, as pessoas presentes nela, e façam com que haja somente Luz e nada além de Luz, AMÉM!"

Prece Finalizadora:

"Obrigado pela sabedoria e compreensão que vocês nos concederam. Obrigado, Oh Senhor por responder à nossas perguntas através de seres e anjos da Luz. Proteja esta casa e as pessoas presentes aqui durante nossa estadia em sua realidade. Em nome da Luz nós lhe agradecemos! AMÉM!"



Regras do Ouija:
- Nunca jogue sozinho. São necessários no mínimo dois jogadores.
- Nunca permita que os espíritos levem o ponteiro para as extremidades do tabuleiro de forma que possam sair dele dessa forma. É assim que ocorre a possessão.
- Se o ponteiro se mover para os quatro cantos do tabuleiro significa que o espírito contatado é mau.
- Caso se esteja jogando em uma mesa ou local aonde o tabuleiro fique elevado: se o ponteiro cair no chão, o espírito foi perdido.
- Se o ponteiro apontar o número oito repetidamente, um espírito mau está no controle do tabuleiro.
- Se você desejar contatar um mau espírito, vire a tábua de cabeça para baixo e a utilize assim.
- O tabuleiro deve ser fechado corretamente após a sessão, ou o espírito pode se rebelar e assombrar os usuários.
- Nunca use o tabuleiro de Ouija quando estiver doente ou enfraquecido, tendo em vista que estas situações o mantém vulnerável à possessão.
- Não fazer do uso do tabuleiro de Ouija uma rotina. Os espíritos às vezes cativam o jogador a ponto de que o contato se torne um vício.
- Os espíritos contatados através do tabuleiro tentarão ganhar sua confiança através de mentiras. Por exemplo: um mau espírito pode alegar ser bom, assim ganhando sua confiança e lhe trazendo mal posteriormente.
- Procure manter contato sempre de forma respeitosa e só convide para proceder seções pessoas confiáveis, seguras e que o farão seriamente. Nunca irrite o espírito ou lhe faça perguntas com ironia.
- Antes de sair ou mesmo de entrar em uma seção, peça a permissão do espírito. Caso contrário, se está sujeito à possessão pelo mesmo.
- Nunca use o Ouija em cemitérios ou locais aonde houveram mortes brutais. Isto pode trazer maus espíritos para o tabuleiro.
- Às vezes, um mau espírito pode habitar permanentemente um tabuleiro. Quando isso ocorrer, não se poderá manter contato com outros espíritos além dele até que ele decida sair.
- Se seu ponteiro for de vidro, você deve limpá-lo antes e depois de cada seção, de forma que nenhum espírito possa entrar ali. Para isso, passe-o sobre uma vela acesa.
- Tabuleiros de Ouija que são jogados fora incorretamente libertam diversos espíritos que voltarão para assombrar seu dono.
- Nunca empreste seu tabuleiro a ninguém. Use-o com exclusividade. Se necessário, faça seu próprio e recomende aos colegas que pedem que você o empreste façam o mesmo.
- Nunca queime um tabuleiro de Ouija. Se o fizer, haverá uma manifestação da tábua. Pode ser um som desconhecido ou a aparição de algum espírito. Depois que você presenciar a manifestação, terá menos de trinta e seis horas de vida.
- Há apenas uma forma correta de se desfazer de uma tábua de Ouija. Primeiro quebre-a em sete pedaços. Depois, jogue sobre ela água benta e finalmente a queime.
- Se você puser junto do tabuleiro uma moeda de prata pura, espíritos maus serão incapazes de manter contato.
- Nunca deixe o ponteiro sozinho sobre a tábua se não estiver a utilizando. Se o espírito levá-lo para fora do tabuleiro, estará liberto.
- Às vezes maus espíritos pedirão às garotas para fazerem gestos ou executarem ações obscenas. Ignore-os. Os demais participantes jamais devem rir ou irritar-se nestas situações.



O que não perguntar em uma seção de Ouija:
- Evite perguntar sobre Deus ou o que se refere à sua religião.
Com carinho,
Bruxa Wakanda

Tábua Ouijá

O princípio que baseia o tabuleiro Ouija ficou conhecido depois de 1848, ano em que duas irmãs estadounidenses, Kate e Margaret Fox, contataram um vendedor que havia morrido anos antes e espalharam uma febre espiritualista pelos Estados Unidos e Europa. O princípio foi aperfeiçoado por um espiritualista por volta de 1853, chamado M. Planchette, quem inventou o indicador de madeira que é utilizado até hoje.
O Tabuleiro Ouija ou Tábua Ouija é uma tábua plana com letras, números ou outros símbolos em que se coloca um indicador móvel, utilizada para comunicação com espíritos.
Os participantes colocam os dedos sobre o indicador que então se move pelo tabuleiro para responder perguntas e enviar mensagens.

A ritualística é muito importante na utilização da tábua Ouija. O seu mau uso, utilizá-la como se fosse uma brincadeira como costumam fazer por aí pode trazer muitos danos.
Nem todas as pessoas tem o dom da Vidência ou tem facilidade para ouvir os espíritos, necessitando assim de um utensílio mediador para facilitar o contato. A Tábua Ouija é o meio mais prático de se contatar os espíritos com clareza.

Tábua Oiuja


O Tabuleiro Ouija ou Tábua Ouija é qualquer superfície plana com letras, números ou outros símbolos em que se coloca um indicador móvel, utilizada supostamente para comunicação com espíritos. Os participantes colocam os dedos sobre o indicador que então se move pelo tabuleiro para responder perguntas e enviar mensagens. Na verdade, há um jogo de tabuleiro registrado no Departamento de Comércio dos Estados Unidos da América com o nome de ''Ouija'', mas a designação passou a servir a qualquer tabuleiro que se utiliza da mesma idéia.

No Brasil, há uma variante conhecida como '''a brincadeira do copo''' ou '''o jogo do copo''', em que um copo faz as vezes do indicador para as respostas. Existem também apoios para a utilização de lápis durante as sessões.


O princípio que baseia o tabuleiro Ouija ficou conhecido depois de 1848, ano em que duas irmãs americanas, Kate e Margaret Fox, supostamente contactaram um vendedor que havia morrido anos antes e espalharam uma febre espiritualista pelos Estados Unidos e Europa. Há também indícios de que o princípio teria sido aperfeiçoado por um espiritualista por volta de 1853, chamado M. Planchette, que teria inventado o indicador de madeira que é utilizado até hoje.

Cientistas e céticos em geral atribuem o funcionamento do tabuleiro Ouija ao efeito ideomotor. Segundo eles, as pessoas participantes da sessão involuntariamente exercem uma força imperceptível sobre o indicador utilizado, e a conjunção da força exercida por várias pessoas faz o objeto se mover. O físico inglês Michael Faraday realizou experimentos que provaram que movimentos inexplicáveis (nesse caso, das mesas girantes) atribuídos a fontes ocultas eram na verdade realizados pelos participantes dos experimentos. Como as pessoas são enganadas pelo efeito ideomotor, Ray Hyman, Ph.D.

O mágico ilusionista e cético americano James Randi cita em seu livro ''An Encyclopedia of Claims, Frauds, and Hoaxes of the Occult and Supernatural'' que, quando vendados, os participantes do tabuleiro Ouija não conseguem produzir mensagens inteligíveis.

Alguns espiritualistas que acreditam que é possível fazer contato real com o mundo dos mortos argumentam que vendar os olhos dos participantes da mesa prejudica suas supostas capacidades mediúnicas. A idéia que fundamenta o argumento é que o espírito utilizaria os sentidos do participante durante as sessões.
A maioria dos adeptos dessa teoria acredita que o tabuleiro não tem poder em si mesmo, servindo apenas como ferramenta para o médium se comunicar com o mundo dos espíritos.




Além das tradicionais críticas dos céticos, o tabuleiro Ouija também é criticado entre os espiritualistas. O famoso Edgar Cayce declarou-os perigosos. Críticos avisam que maus espíritos poderiam enganar os participantes e possuí-los espiritualmente.

No meio especializado, há diversos avisos contra o uso do tabuleiro por pessoas desavisadas. Há também notícias de tablóides relatando casos de suposta possessão demoníaca em decorrência de sessões envolvendo espíritos malignos.
Com carinho,
Bruxa Wakanda

PRÁTICA DE NECROMANCIA: PARA SE OBTER UMA INFORMAÇÃO



 

Premissas necessárias:
1º. É necessário realizar escrupulosamente tudo o que se segue.
2º. Há que banir as dúvidas da mente.
3º. Não comentar com ninguém que se está fazer a operação.
4º. Guardar segredo dos seus resultados.

Advertências:
1ª Não entrar em diálogo com entidades que possam aparecer.
2ª Não realizar duas vezes uma operação bem sucedida.
3ª Não zombar com nenhum espírito que apareça, seja em sonhos ou na realidade.
4ª Não ceder às tentações que poderão ser expostas.

PRIMEIRA OPERAÇÃO:
Preparação preliminar:
É necessário:
- 3 Candeias novas, azeite novo;
-1 Corda, velas brancas;
- Carvão novo e muito incenso;
- Água benta recolhida na pia de uma igreja.
- Guardar castidade durante toda a operação.
- Tomar apenas refeições leves nos dias da operação.

1ª parte: Vá a um cemitério e informe-se de uma pessoa bem abastada que tenha falecido recentemente. Saiba se esta pessoa era religiosa, pois convém para o caso. Saiba o seu nome e onde viveu.
Num sábado ao final da tarde vá até à campa ou Jazigo do defunto.
Deposite lá uma pilha de sete moedas das mais valiosas do mercado.
Trace uma cruz no chão e diga:
"In nomine Jesu Christum, ego te conjuro! (Nome da pessoa.)"
Diga isto três vezes. Coloque um cálice de vinho sobre a campa. Chame o nome do defunto sete vezes. E diga:
"A ti, (nome do defunto) te chamo ao mundo dos vivos, vem pelo poder da Santa Igreja que te pode ainda salvar! Vem pelo nome de Cristo para fugires às chamas dos infernos que estão à tua espera! Vem pelo poder da Santíssima Trindade que em tudo manda!"
"Não sou eu que te chamo, mas o Deus que tudo criou! E é em Seu Nome que te faço vir até mim para que me escutes!"
Queime agora um pouco de incenso de Igreja.
Continue:
"Foi pelo poder do batismo que os homens se remiram dos Infernos, anda pois receber água benta para que te livres do domínio do Tentador!"
Borrife água benta recolhida na pia de uma igreja para cima da campa.
"Agora obedece-me e verás que ficarás em paz, tu e os teus!"
Faça esta operação nove vezes, uma na segunda, outra na quarta e outra no sábado e assim consecutivamente.
Na mesma noite da última chamada, entre no cemitério pelas 23:00 e chame nove vezes pelo nome do defunto.
"Segue-me e te darei o pão pelo qual tens fome e o vinho pelo qual tens sede. Vem pela riqueza DOS CÉUS e pela Salvação eterna!"
Vá em seguida até a um descampado ou uma praia e acenda as três candeias em triângulo, uma pelo Pai, outra pelo Filho e outra pelo Espírito Santo, colocar o fogareiro no centro do triângulo.
Se na noite estiver muito vento então tente noutra noite mais calma.
Faça um círculo com a corda e vá para o meio do círculo.
Diga:
"Eu traço este círculo e que nenhuma criatura indesejada ou força maléfica aqui possam entrar. Traço o círculo em nome do Tetragrammaton."
Trace o círculo três vezes. Acenda bem o carvão que deverá ficar em brasa. Queime Incenso e dizer:
"Oro a vós Anjos de Deus para que em Nome do Altíssimo permitais que as almas dos Mortos possam vir até mim. Por isso Vos Conjuro em Nome do Deus Vivo, em Nome de Adonay, Jehovah, Tetragrammaton, Elohim, Elohim Sabbaoth, Metraton, Agla, Agla, Agla, pelas Hierarquias Universais, Anjo Cassiel, altíssimo Senhor dos Mortos, para que façais com que os que já desencarnaram possam vir ter comigo."
Ore a Deus e peça permissão para chamar o defunto.
"Meu Deus, Força que tudo Criou, só a Ti tenho devoção. Peço-te que me permitas chamar a mim, (nome do defunto) aqui e agora e que pelo Teu Nome professado pelos Santos e Mártires, essa alma não possa faltar. Glória Te seja dada para sempre! Que assim seja! Amém."
Volte a chamar o nome do defunto nove vezes e diga:
"Aparece espírito que te tenho chamado! É o poder de Deus que te chama, É o poder de Cristo que te Chama! É o poder de Deus que te Chama, É o poder de Cristo que te Chama! É o poder de Deus que te Chama, É o poder de Cristo que te Chama!"
"Vem em nome da Santíssima Trindade! Aparece-me aqui e agora, ou perecerás nas chamas dos infernos! Teme a ira do Senhor e obedece perante a Sua Glória! Pelo poder que Deus me concedeu, vem! Vem! Vem! Faz-te presente, ou cairás nas chamas da morada dos demônios! O poder de Cristo te obriga! O poder de Cristo te obriga! O poder de Cristo te obriga!"
(tenha um crucifixo na mão enquanto diz esta evocação e mostre-o na direção do triângulo que deverá estar virado para norte).
Durante esta chamada vá atirando incenso para as brasas e espere que o defunto apareça! Esperar cerca de uma hora, não mais.
Enquanto o espera conjura-se o espírito dizendo:
"Aparece pois também és filho de Deus e deves- lhe obediência! É por Ele que te chamo e pelo Seu poder te obrigo a vir. Aparece!"

 

 

RITUAL DE NECROMANCIA

 

O espírito será forçado a aparecer ou a enviar uma manifestação da sua presença, pois nem todas as pessoas são capazes de ver espíritos e quando isso acontecer dir-se-á:
"Bem-vindo (nome do defunto) orarei por ti para que sejas aceite na comunhão dos santos. Obedeceste ao Poder do Senhor e é por esse mesmo poder que te mando saber (o que se quer saber através do espírito). Tens nove dias para me dizer e fá-lo-ás sem ruído e de forma explicita através de um sonho. Vai pela Vontade do Senhor e serão acesas 70 velas pela tua alma no dia dos fiéis."
Assim que o espírito assinta dir-se-á:
"Parte agora em paz para o teu mundo e não te esqueças de cumprir a tua promessa que não me esquecerei da minha. Vai-te em Nome de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo."
Assim que o espírito se desvaneça espera-se um
pouco e agradece-se a Deus.
O que queremos saber ser-nos-á revelado.
Não esquecer de cumprir a promessa de acender as 70 velas por aquele espírito no dia 2 de Novembro, o dia dos fiéis defuntos, pois caso contrário o espírito poderá ficar revoltado e atormentar a pessoa.

Com carinho,
Bruxa Wakanda

Necromancia


 
A Necromancia é um termo que etimologicamente advém do Grego: "morte" (necro) e "adivinhação (mancia).

Necromancia
É portanto, uma prática onde o necromante se comunica com os mortos para fins de adivinhação e consultas.

Pode ser interpretada como a prática de se comunicar com mortos para obter informações do futuro, tendo a sua origem na crença de uma viagem para outro mundo após a morte, supondo que os recém-mortos, cujos corpos ainda estejam intactos, mantêm ainda relações com a vida, estando mais sensíveis à prática de contatá-los e questioná-los.

Alguns relatos situam o começo dessa prática na América. Uma tribo indígena teria furtado o corpo de um chefe de outra tribo algumas horas depois de morto. Colocaram o corpo em um círculo desenhado na terra e começaram a fazer perguntas sobre o futuro e as possibilidades de caça. Essas práticas foram muito comuns na costa leste da América do Norte. São, entretanto, muito mais antigas, registrando-se, por exemplo, na Bíblia, no Antigo Testamento, a proibição da comunicação com os mortos.

A Tábua Ouija (também conhecida como "brincadeira do copo" ou "telégrafo dos mortos") é um dos meios de necromancia mais famosos no mundo.


Necromancia é uma palavra grega que significa "morte" (necro) e "adivinhação (mancia). Existem duas formas de Necromancia: adivinhação com espíritos e adivinhação com cadáveres. O Necromante usa a ajuda de poderosos espíritos para sua própria proteção, quando ele convoca um morto para entrar em si mesmo. Isso é uma das coisas que fazem da Necromancia algo tão perigoso, porque às vezes o espírito pode possuir o Necromante.
A Necromancia vem da Pérsia, Grécia e Roma. Era mais praticada na Idade Média. Começou a florescer quando a Igreja Católica proibiu sua prática. Era considerada uma bruxaria e muitos Necromantes foram queimados ou enforcados. Na verdade os Necromantes apenas chamam os espíritos de pessoas mortas para predizer o futuro. Eles acreditam que uma vez que uma pessoa morre, esta já não tem mais as limitações de um corpo terrestre e que irá ser capaz de ver o passado ou o futuro, e pegar informações que os mortais não podem.


Acredita-se que os recém-mortos, cujos corpos ainda estão intactos, mantém relações com a vida e estão mais sensíveis à prática de contatá-lo e questioná-los.
Alguns relatos situam o começo dessa prática na América. Uma tribo indígena roubou o corpo de um chefe de outra tribo algumas horas depois de morto. Colocaram o corpo em um círculo desenhado na terra e começaram a fazer perguntas sobre o futuro e as possibilidades de caça.
De acordo com escrituras, a Bruxa de Endor chamou o espírito do profeta Samuel para contestar as perguntas do Rei Saul. No primeiro livro de Samuel fica claro que seu espírito estava presente quando a bruxa o chamou. O Rei Saul se pergunta como agradecer a Deus a presença do espírito de Samuel, porém, Saul lamentou não ter seguido as prevenções e instruções do espírito. No dia seguinte seus dois filhos morreram. Saul vai a guerra e morre.
Os antigos romanos também praticavam a necromancia. Desenterravam um morto, faziam uma cerimônia ao redor do corpo, despertavam o espírito e começavam a questioná-lo

Com carinho,
Bruxa Wakanda

Um comentário:

  1. oi me nome e leonardo e gostaria de praticar a Necromancia mas eu tenho medo oque quase todo mundo tem somente pelo simples fato de ter que entrar no cimiterio a noite me add no msn leonardochuck@hotmail.com

    ResponderExcluir

Blessed Be!