Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

terça-feira, 3 de maio de 2011

ALÉM DA MATÉRIA DENSA (Y. Shimizu )



Cada novo livro de Alberto de Souza Rocha é um panorama consolidado e abrangente de uma faceta da realidade, apresentado para o estudioso da Doutrina Espírita, descortinado de maneira meticulosa e contextualizada como num mosaico, resultante de minuciosa investigação bibliográfica, quase sempre sistematizada em forma de compêndio ou de roteiro de cursos.

Assim, após o seu primeiro livro de crônicas "Quando os Espíritos se Encontram", publicado em 1972, elaborou "Reencarnação em Foco" (1991) (ed. O Clarim, com 304 p.), em que a questão da reencarnação é examinada detalhadamente sob os pontos de vista científico e filosófico.

"Espiritismo e Psiquismo" (1993) (ed. Correio Fraterno, com 304 p.), em que estudam diversos fenômenos psíquicos e parapsíquicos, como memória, alucinação, sono hipnótico, regressão de memória, premonição, ligação mental e outros (comentados pelo signatário no "Mundo Espírita" de agosto de 1993 e de novembro de 1994).

Depois publicou "Bem-Aventurados os que Oram..." (1994) (ed. O Clarim, com 238 p.), uma reflexão em que a prece é abordada com racionalidade, segundo os modernos conceitos adotados pelos pesquisadores contemporâneos. Enfeixou, depois, 60 artigos publicados na imprensa doutrinária no livro "Temas Espíritas em Debate" (1997) (ed. O Clarim, com 224 p.), em que são focalizados assuntos de grande atualidade, como: a mediunidade curativa em face da lei, o cultivo do medo, dois séculos da Revolução Francesa, o congelamento dos corpos, as cirurgias mediúnicas, a arte no meio espírita, a eutanásia e o código penal, a transcomunicação e o concurso dos médiuns, visão do futuro, as paixões humanas e cinqüenta outros.

Está lançando agora a sua obra "Além da Matéria Densa" (1998) (ed. Correio Fraterno, com 240 p.), um ensaio sobre o perispírito, fruto de uma cuidadosa pesquisa bibliográfica sobre o assunto e de cursos e palestras ministradas em instituições diversas, trabalho recomendado como leitura complementar para grupos de estudos sistematizados.

Partindo de uma conceituação preliminar do perispírito, ele examina, de uma maneira didática, a sua constituição fluídica, as propriedades inerentes e as suas modificações estruturais, para, em seguida, explanar as funções desse componente como campo energético organizador, como instrumento do Espírito e como mediador entre este último e o corpo físico, e o seu papel nos fenômenos paranormais. Apresenta a controvertida questão da sede da memória: se a mesma se localiza no espírito ou no perispírito.

Discorre, na parte final, sobre o princípio vital, a vida biológica e a vida espiritual numa visão mais ampla, detendo-se na vitalização da matéria, no processo encarnatório, no período infantil, nos caminhos da vida e da morte, na vida em fronteiras do mais além, na luz física e extrafísica, na crise da morte e uma visão sumária sobre a vida na erraticidade, e o papel do perispírito nessas diferentes etapas da jornada humana.

O autor, Alberto de Souza Rocha, fluminense de origem, radicado em Niterói, é médico, com especialização em Radiologia. Na seara doutrinária, é expositor do Instituto de Cultura Espírita do Brasil, do qual pertence à equipe diretiva há quase 40 anos, e atua na imprensa doutrinária, publicando artigos e ensaios em diversos órgãos: Jornal Espírita, Correio Fraterno do ABC, O Clarim e Revista Internacional do Espiritismo (da qual participa como membro do Conselho de Redação). Foi um dos fundadores da ABRAJEE - Associação Brasileira de Jornalistas e Escritores Espíritas (hoje, ABRADE).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!