Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Experiência religiosa


experiência religiosa, também amplamente conhecida como experiência mística, é uma experiência subjetiva em que um indivíduo diz ter tido um encontro ou uma união com uma entidade divina, ou ter tido contato com uma realidade transcendental.

Diagrama de uma experiência religiosa


Muitas tradições religiosas e místicas vêem a experiência religiosa como um encontro direto com Deus, deuses ou contato com outras realidades [1] e a visão científica normalmente afirma que a experiência religiosa é um experiência normal do cérebro humano que evoluiu em algum momento durante o curso da evolução do cérebro.[2]
A experiência religiosa, com suas características comuns, tem diferentes nomes em diferentes culturas, como:


Ponto de vista religioso sobre a experiência religiosa


cristianismo místico


Cristianismo místico e a vertente mística do cristianismo.
cristianismo místico ensina verdades espirituais inacessíveis por meio do intelecto apenas. Essas verdades são aprendidas por varias técnicas de meditação e oração, como a oração contemplativaoração da uniãolectio divinaoração de quietude e a oração de Jesus.
Bíblia possui diversas passagens que se relacionam com o misticismo e seu objetivo máximo: o encontro com Deus e consequentemente consigo mesmo.
No Evangelho de São Mateus, Jesus Cristo nos chama a ser perfeito como Deus é perfeito (Cap. 5, versículo 48). Ele chama toda a humanidade a entrar na senda da evolução e assim encontrar o Pai Celeste. Tanto no Novo Testamento (Evangelhos, cartas paulinas e Apocalipse) quanto no Antigo Testamento (sobretudo nos cinco primeiros livros, que formam a Torahjudaica) se encontram comandos, ensinamentos e chaves de imenso valor para a ascensão mística. Cabe a cada pessoa que deseja seguir esse caminho estudar a Bíblia e encontrar nela as chaves e os passos para o encontro com Deus.


Cabala

Cabala é um sistema religioso-filosófico que investiga a natureza divina. É a vertente mística do judaísmo. Segundo a cabala, Yehidah é o mais alto nível da alma, pelo qual o homem pode atingir a união máxima com Deus. A Cabala ensina varias técnicas de contemplação e meditação para o ser humano alcançar a união com Deus.


Sufismo

O sufismo, também conhecido por tasawwuf, é a corrente mística e contemplativa do islão. Muçulmanos acreditam que eles estão no caminho para Deus, e também acreditam que eles vão ficar perto de Deus no paraíso depois da morte. Sufistas também acreditam que é possível ficar perto de Deus, e ter a experiência de ficar perto Dele ainda em vida. Os praticantes do sufismo, conhecidos como sufis ou sufistas, procuram uma relação directa com Deus através de cânticos, música e danças. É uma filosofia de autoconhecimento e contato com o divino através de práticas meditativas, retiros espirituais, danças, poesia e música. Os sufis acreditam que Deus é amoroso e o contato com ele pode ser alcançado pelos homens através de uma união mística.


Características comuns em experiências religiosas


A gravura de Flammarion é usada pelos gnósticos para ilustrar a experiência religiosa, que consegue driblar as limitações do materialismo.
  • Inefabilidade - a experiência não pode ser adequadamente ser colocada em palavras;
  • Noético : o indivíduo sente que ele aprendeu alguma coisa de valor da experiência;
  • União : sentimento de união com tudo no universo;
  • Inexistência do espaço e tempo : a experiência causa a sensação de que não existe mais tempo e espaço;
  • Sagrado : a experiência cria a sensação de que tudo é sagrado e divino;
  • União : sentimento de união, encontro com Deus ou alguma força maior que o indivíduo. [4]
  • Outra Realidade : sentimento de que uma nova realidade ou a realidade definitiva foi revelada a ele.
    • Realidade Divina
    • Consciência do absoluto
  • Sensações Positivas : a experiência é bem prazerosa e causa sentimento profundamente positivo;
  • Efemeridade : a experiência é temporária; o indivíduo rapidamente volta ao estado normal da mente;
  • Passiva : a experiência acontece para o indivíiduo quase sem o seu controle. Apesar de haver técnicas, como a meditação, que podem gerar experiências religiosas, as experiências religiosas não são coisas que podem ser interrompidas quando se bem entender;


Causas de experiências religiosas

Os processos e técnicas de se ter uma experiência religiosa têm diferentes nomes dependendo da religião ou filosofia, como por exemplo:
  • faqr (sufismo)
  • dhyana ou bhakti (hinduísmo)
  • wu-wei (taoismo)
  • fana (sufismo/árabe e persa)
  • makhafah/mahabbah/ma'rifah (sufismo/Egito)
  • nobre caminho óctuplo(budismo)


Causas passivas


Causas Ativas


Meditação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!