Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Vocação Sacerdotal na Wicca Inspirado por Evan



Abençoados sejam os filhos de Hécate, pois dela herdaram sua liberdade e a responsabilidade total de seus atos e escolhas...

Navegando em diversos sites encontrei este texto, ele me chamou atenção por se mostrar essêncial na busca por consciência e na compreensão do Sacerdocio na Wicca.
Espero que façam um bom proveito dele.

"Chamo por seu espírito, erga-se e venha a mim, pois sou a alma da Natureza, que dá força ao universo. De mim, se originam todas as coisas, a mim tudo deve retornar; e perante meu rosto, amado por deuses e homens, permita que sua mais interna essência divina seja envolvida pelo enlevo do infinito. Que meu culto parta do coração regozijante, pois todo ato de amor e prazer, é um ritual à mim. Assim, que em todos haja beleza e força, poder e compaixão, honra e humildade, alegria e reverência."

O parágrafo acima é trecho de um texto clássico da Wicca, conhecido como "O Chamado da Deusa".

É, com certeza, um dos mais belos escritos até hoje e por sua profundidade, tornou-se também um dos mais difundidos e conhecidos.Resolvi começar este artigo com essa citação, pois quero hoje falar sobre a Vocação Sacerdotal na religião Wicca.Acredito que, muito além da denominação bruxos, deveríamos pensar e talvez abandonar alguns modismos, reconhecendo-nos como sendo sacerdotes, pessoas que, num determinado momento da vida, atenderam ao Chamado da Deusa, erguendo-se do meio do povo e permitindo-se literalmente, despertar para uma nova consciência, uma nova vida e maneira de viver.

Nesse sentido, a palavra vocação, de origem latina, serve perfeitamente para designar esse momento tão especial, o momento do chamado ao sacerdócio wiccano, feito à homens e mulheres de todas as idades, classes sociais, culturais, etnias e opções sexuais diversas.Somos bruxos sim! Claro que somos! Mas somos sacerdotes também, pois quando nos iniciamos na religião Wicca, seja esta uma iniciação formal numa tradição qualquer ou através da auto-iniciação, estamos nos colocando perante a Deusa e os Deuses Antigos e afirmando conscientemente que desejamos ser um instrumento de sua força, seu amor e seu poder entre os homens, estamos nos colocando como seus filhos e reconhecendo um vínculo que nos une como parte do antigo povo, que desperta ao ouvir o chamado da Deusa e este chamado, leva-o ao invariavelmente ao sacerdócio.

Ser um sacerdote, com todas as suas responsabilidades, para muitos pode ser uma tarefa árdua, pois a vocação sacerdotal nos exige algumas posturas que nem sempre serão agradáveis para com os outros, aqueles que não compreendem os motivos que nos levaram a aceitar e responder ao chamado Dela. Inúmeros questionamentos são feitos, centenas de dúvidas levantadas, dúzias de conflitos pessoais que nos fazem confrontar nosso antigo modo de vida com os efeitos de nossa grande escolha, aquela que fazemos dentro de um círculo mágiko, quando pela primeira vez dizemos: "Ancient Mother... I'm here! "A Deusa estende seu chamado à muitos outros seres humanos e à cada dia, novos passos percorrem o Antigo Caminho.

Cabe à cada um de nós, que dissemos "I'm here!", sermos aqueles que ajudarão os mais novos à trilhar com sabedoria, honra, compaixão, humildade, alegria e responsabilidade, pelo árduo caminho que nos leva a uma vida plena, em amor e confiança para com todos os seres e para com a própria divindade, a Mãe Antiga que à todos acolhe e à todos ensina.E, afinal, o que é um sacerdote senão um representante da Deusa entre os homens?Até que ponto, somos efetivamente sacerdotes da Deusa? Somos sacerdotes apenas quando dentro de um Círculo, em nossos Covens ou será que já aprendemos a honrar a Deusa 25h por dia, levando-a dentro de nossos corações e mentes, estando consciente de nossos atos e responsabilidades? Somos sacerdotes wiccanos ou apenas brincamos de ser?

E quanto à nossa religião, que é o caminho que escolhemos trilhar, sabemos discernir, em meio às nossas próprias práticas e experiências mágikas, o que é Wicca daquilo que não é?

Ficam algumas perguntas, que considero importantes nos dias atuais e pra Wicca num futuro próximo, pois assim como sempre foi, o futuro depende de nossas ações no presente.

Fonte:Ghalladrian Moonstar/Abrawicca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!