Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Iniciador


INICIAÇÃO


A Iniciação dentro da TCS ocorre exclusivamente apenas após o período mínimo de um ano e um dia de Dedicação.

Assim como homens e mulheres não são iguais na natureza, seus ritos de iniciação possuem diferenças. Enquanto na Iniciação das mulheres são apresentados os Mistérios da Deusa à nova Sacerdotisa que se inicia, na Iniciação dos homens são apresentados os Mistérios do Deus ao novo Sacerdote.

Cada membro iniciado de nossa Tradição é considerado um sacerdote dos Deuses. Ele pode optar por permanecer no Grove, mudar de Grove ou desligar-se do Grove e seguir o caminho completamente solitário. Se o sacerdote optar por continuar seu desenvolvimento dentro da tradição, ele ou ela terá três caminhos para escolher. O caminho do Mago, o caminho do Consagrado e o caminho do Iniciador.


Iniciado

O iniciado é o sacerdote/sacerdotisa básico dentro da nossa Tradição.

O compromisso do Iniciado incluirá servir como voz dos Deuses, contribuir para sua tradição e respeitar os demais membros.

Quem se iniciar terá a opção de escolher um dos três caminhos para avançar dentro da TCS, ou simplesmente optar por permanecer como um iniciado pelo tempo que achar mais adequado. Essa posição será respeitada, pois sabemos que crescimento dentro da tradição é opção individual.

Caso um iniciado opte por seguir um caminho solitário, receberá as bênçãos do Grove antigo e deve devolver os símbolos associados com o Grove/Coven. É muito importante que o Solitário mantenha contato no mínimo anual com sua Iniciadora/Iniciador para que as duas partes tenham um consenso de que os matérias da tradição estão sendo tratados de forma respeitosa e segundo as Leis e Diretrizes da TCS.


Mago

O mago é um iniciado que encontrou sua expressão de serviço aos Deuses em modificar o mundo à sua volta e a si mesmo através da magia. Durante o treinamento de Mago dentro da TCS, o iniciado fará diferentes trabalhos de autoconhecimento e explorará os caminhos da magia em suas múltiplas formas. O iniciado receberá um treinamento generalizado de magia, mas poderá especificar o enfoque de seu caminho como magia de dragões, magia de fadas, cura, etc.

Ao completar o caminho do Mago dentro da TCS, seu compromisso sacerdotal passa a ser também um compromisso com a magia. Um compromisso de honrar e respeitar os caminhos mágicos e de utilizar sua magia de forma a trazer o equilíbrio para sua vida e para as pessoas ao redor. O compromisso também se estenderá à proteção mágica dos demais membros da tradição, purificação e limpeza dos nossos templos e demais atividades mágicas em prol da comunidade. Isso por que para o Mago, a magia é a grande expressão de seu sacerdócio e amor aos Deuses.


Consagrado

O Consagrado é um sacerdote que encontrou sua expressão de trabalho aos Deuses em prestar um serviço devocional, um serviço profundo de culto a uma divindade, casal sagrado ou panteão. Em seu treinamento, o consagrado pesquisará sobre sua divindade, aprenderá formas diferentes de culto e se envolverá no sacerdócio temático àquela divindade. Por exemplo, um sacerdote de Cailleach deverá se prestar a um trabalho no nosso mundo de cuidado com os mortos e com os parentes dos mortos; um sacerdote de Athena, ao ensino, às artes; um sacerdote de Brigit à cura, à criação, etc.

Ao completar o caminho do Consagrado dentro da TCS, seu compromisso sacerdotal passa a ser também um compromisso com aquela divindade específica. Um profundo compromisso ritualístico e de divulgação da divindade para os que a buscarem. O compromisso também incluirá realizar ritos em nome da tradição e dos seus membros, de modo que toda a comunidade possa ser beneficiada pela grande conexão do Consagrado com sua divindade.



Ao completar o caminho do Iniciador dentro da TCS, seu compromisso sacerdotal se torna o compromisso de levar pelo menos uma pessoa à iniciação. Em sua jornada, o iniciador é ensinado a perceber as principais armadilhas do caminho de autoconhecimento e treinamento mágico. Portanto, é parte de seu compromisso acompanhar o treinamento de magos e consagrados e ajudá-los a passar pelas crises inevitáveis de seus caminhos. Também é parte de seu compromisso, tomar o juramento de serviço e assumir a responsabilidade por quem dedica, inicia e pelos magos e consagrados que acompanha.

O iniciador fará um profundo trabalho de autoconhecimento para lapidar a si mesmo e para conseguir identificar processos alheios, essencial para alguém que deseja treinar outras pessoas no sacerdócio. Ele também fará treinamentos que visam lhe dar ferramentas para identificar as principais armadilhas de se treinar alguém dentro de nossa religião.

Seu treinamento também incluirá a criação e manutenção, tanto nos aspectos físicos quanto nos mágicos, de círculos, covens e groves. Ele aprenderá as armadilhas e ciclos dos grupos mágicos e como lidar com eles.

Apenas os iniciadores podem fundar círculos, covens e groves na Tradição Caminhos das Sombras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!