Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

terça-feira, 7 de maio de 2013

Cibele, a Deusa da vida selvagem, que conduz a carruagem puxada por leões. Cibele a Deusa da fertilidade, que fecunda meus horizontes áridos...








A Terra vermelha cobre a superfície. 

O céu branco, sem nuvens. Uma fumaça se desprende da terra em etéreas evoluções que atingem o espaço.

A pedra negra de luminescência orbitando o planeta. No meu olhar julgador, tudo me parece inóspito e árido.

Das páginas escritas e das páginas virtuais um vislumbre da página da minha essência: do oeste da Anatólia , a forma mais antiga de Cibele, uma pedra negra que sugere um meteorito e que mais tarde protegida dos invasores os romanos que a celebraram envolvendo-a em incenso.

Cibele, a Deusa da vida selvagem, que conduz a carruagem puxada por leões. Cibele a Deusa da fertilidade, que fecunda meus horizontes áridos.

Cibele a Senhora da Ida, a Grande Mãe, que me ensina a conduzir meus leões pelos horizontes que escolhi. 


Telma Altomore

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!