Quem sou eu

Minha foto
Rio Grande, RS, Brazil
"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

quinta-feira, 28 de abril de 2011

MISSAS NEGRAS











AVISO SOBRE MISSAS NEGRAS --> As Missas Negras são poderosíssimos e terríveis instrumentos para se fazerem trabalhos de magia negra. Uma amarração feita por Missa Negra coloca a pessoa amarrada debaixo de grande maldição; Um trabalho de afastamento feito por Missa negra fará a pessoa visada sumir para sempre, ou sofrer tormentos indescritíveis na sua alma até que ceda e assim o faça; Um trabalho de destruição feito por Missa Negra fará a pessoa atingida, ou seus mais queridos, ver a sua vida totalmente arruinada e devastada.

O tipo de magia negra produzido pelas missas negras é poderosíssimo e imparável ou mesmo devastador. Por isso a celebração de missas negras com certos objectivos,( uma amarração, uma punição de um indesejável, atrair sexualmente uma pessoa, etc), apenas deve de ser aplicado a casos muito desesperados.

Nunca tente realizar um acto de Missa Negra pelos seus meios. As consequências na sua vida, ou na vida de pessoas próximas de si, serão trágicas. Apenas sacerdotes vocacionados para tal fim e com devidos conhecimentos espirituais podem exercer tais artes de forma eficiente e segura, da mesma forma que apenas sacerdotes instruídos e treinados podem celebrar um exorcismo.


Ao longo dos tempos, pessoas sem a necessária força espiritual tentaram realizar este tipo de processo espiritual, e acabaram, ou possuídos por espíritos, ou mais tarde vieram a falecer em condições trágicas e inexplicáveis.



As Missas Negras… um dos mais poderosos instrumentos de magia negra, usado para apelar ás maldições de Deus em todo o tipo de assuntos.



**********MissaMegra**********


Um dos casos de sucesso mais conhecidos da historia ocidental ocorreu em 1680, quando Athenais Charente, Marquesa de Montspan encomendou ao Abade Guibourg diversos trabalhos da magia negra com o objectivo de se tornar a única mulher a partilhar a cama do rei Luís XIV.

A condensa conseguiu os seus desejos, passou a ser a única mulher a partilhar o leito do rei e deu-lhe 7 filhos. O sucesso dos trabalhos do Abade foi esmagador, e a fama deste feito espalhou-se por todo o mundo.

A missa negra popularizou-se assim no sec XVII, com as famosas missas do abade Guibourg.




1--> Missas

Porque se chamam missas «negras»?

O que são na verdade?, aquelas praticadas na doutrina do caminho dos santos?

Nas escrituras está revelado que enviou Deus espíritos maus se apossaram do rei Saul para o fragilizar e vencer, assim como ali está revelado que a mando de Deus espíritos maus levaram o rei Acab á derrota e á morte, assim como também está revelado que a mando de Deus espíritos maus geraram discórdias junto de Abimeleque, e está igualmente revelado que com a anuência de Deus Satã devastou a vida de Job, a fim de testar a sua fé.

Foram mais de uma vez, e muitas foram as vezes, que Deus não hesitou em usar espíritos maus ao seu serviço, atestando-se assim que Deus pode fazer uso não apenas de anjos, ( magia branca), mas também de espíritos maus e demónios, ( magia negra), para fazer cumprir a sua vontade.

***Missas


Por isso para entender essa resposta, terão de ser lidas as escrituras, onde assim também está escrito sobre o terrível poder das maldições de Deus:



«O animal deve ser macho, sem defeito, e de um ano. (…)guardá-lo-eis ate (…) altura em que toda a assembleia de Israel o imolará ao entardecer. Recolhereis o seu sangue, e aplicá-lo-eis sobre os dois batentes e a sobre a travessa da porta, nas casas onde comerdes o animal (…) comereis a carne (…) assada no forno : inteiro, com cabeça, pernas e vísceras. Não deixareis restos (…) se sobrar alguma coisa, deveis queima-la no fogo. Deveis come-lo assim: com cintos na cintura, sandálias nos pés e cajado na mão; comê-lo-eis apressadamente (…) nessa noite, Eu passarei pelo Egipto, matarei todos os primogénitos dos egípcios, desde os homens ate aos animais. (…) Eu sou Deus. O sangue nas casas, será um sinal de que estais dentro delas: ao ver o sangue, Eu passarei adiante. E o flagelo não vos atingirá, quando eu ferir o Egipto. Esse dia será para vos um memorial, pois nele celebraríeis uma festa de Deus. Celebro-la-eis como um rito permanente, de geração em geração. (…) Quando os vossos filhos vos perguntarem: “Que rito é este?» ”, respondereis: “ È o sacrifício da pascoa de Deus, Ele passou no Egipto (…) ferindo os egípcios e protegeu as nossas casas”»



** Êxodo 12


*** Missas

Eis que assim se observou que uma grande maldição de Deus desceu á terra, e fez ceder e vergar o maior império daquele tempo, assim forçando o faraó do Egipto a ceder a Moisés e a libertar o povo de Deus, e da mesma forma que o fez, também as maldições de Deus podem operar transformações nas vidas daqueles de fé, seja em amarrações amorosas, assuntos de indesejáveis, e muitos outros.

Eis que assim se observou que a maldição de Deus tudo consegue alcançar e aqui alcançou-o através 10 pragas que culminaram com a ceifa das vidas de todos os primogénitos do Egipto.

As maldições dos santos de Deus poderão ser usadas nos mais diversos fins, desde maldições com fins amorosos, (amarrações amorosas), maldições de indesejáveis, maldições de justiça contra o injusto que ataca a sua vida, e muitos outros fins que podem ser alcançados por via das maldições dos santos de Deus, tal como pelas mesmas maldições Moisés, ( um santo de Deus), levou o faraó do Egipto a ceder, vergar-se, e aceitar o desejo de libertação do povo hebreu.

** Missas

Assim, no caminho dos santos a magia negra não é mais que a invocação das maldições de Deus, (para mais saber, por favor leia: magia negra), e assim sendo, as missas chamadas «negras», são missas e liturgias que não apenas relembram o temor que devemos ter perante as devastadoras maldições de Deus, como de liturgias que apelam ás maldições de Deus para que elas possam actuar a favor daqueles que procuram auxilio nos santos de Deus.

Trata-se por isso de um ritual litúrgico e cerimonial que exortando ao temor a Deus, nele se pedem que as maldições de Deus actuem em favor de um certo assunto, ( como no amor, ou na defesa de uma família, etc).

A esse ritual litúrgico chama-se de «negro» pois que por oposição ás missas chamadas «brancas», ( onde se pedem as bênçãos de Deus), nestes rituais pede-se o inverso, ou seja, conjuram-se as maldições de Deus.

E de «negras» também se chamam essas missas, pois que elas apesar de invocarem um poder capaz de tudo vencer, contudo elas não vencerão pelo amor de Deus, mas sim pela ira de Deus…. e a sua ira é sempre motivo de temor

Se aceite por Deus as conjurações feitas a um santo de Deus, e se obedecidas as instruções pelos que procuram os santos de Deus, pois que pode demorar o tempo que demorar, mas as maldições de Deus acabarão vencendo como venceram o faraó do Egipto.

Pois que no «caminho dos santos» a chamada «Missa negra», é uma forma de invocar o poder das pragas e maldições de Deus que vem e devoram tudo o que encontram diante de si, tal como Moisés conjurou os poderes destruidores de Deus e eles vieram e destruíram tudo á sua frente.


#### Missas Negras

Por isso, quando o caminho dos santos chama uma missa de…. «Negra», essa doutrina fá-lo num sentido «bíblico», ou seja, no sentido de chamar pelas mais fortes maldições de Deus, as mesmas negras maldições que recaíram sobre o faraó do Egipto e que conduziram á morte de todos os primogénitos do Egipto.

E porque esse devastador poder da maldição de Deus revelou-se terrível e motivo de temor, então eis que as missas que a esse poder apelam chamam-se de «negras», como sinal de «luto» pela morte dos primogénitos do Egipto, e como sinal de «temor» pelo que o seu poder é capaz de gerar.

Por isso as missas são «negras», pois que são um sinal de temor, pois que ás mãos das maldições de Deus Noé assistiu a um dilúvio, Moisés testemunhou á morte dos primogénitos de toda uma nação, Abraão constatou a destruição de Sodoma e Gomorra, e David presenciou á queda do rei Saul, e que assim se sabe que invocar a maldição de Deus através dos santos de deus para operar um certo fim na vida de uma pessoa, constitui um acto pelo qual se deve ter temor, por oposição ao acto de invocar pelas bênçãos de Deus, e que é um acto em que devemos expressar compaixão e amor.

## Missas

São missas chamadas «negras», no sentido do temor a Deus, e no sentido e que são rituais pedem pelas maldições de Deus, e as maldições de Deus são terríveis, pois que está escrito:

Se não me ouvirdes (…) mandarei contra vós a maldição

Malaquias 2,2

Pois assim se sabe que ao que recusar a vontade de um santo de Deus, ou de Deus, sobre esse recairá a maldição de Deus, e ela é terrível… tão terrível que tão terrível que vergou o faraó do Egipto, tão terrível que a mando de Deus espíritos maus se apossaram do rei Saul para o fragilizar e vencer, tão terrível que a mando de Deus espíritos maus levaram o rei Acab á derrota e á morte, tão terrível que a mando de Deus espíritos maus geraram discórdias fatais junto de Abimeleque, tão terrível que por ela Satã devastou a vida de Job, por isso tão terrível que perante aquele de fé que sem falhar obedece aos mandamentos de um santo de Deus e cujo o pedido seja aceite por Deus, assim atestam as escrituras ela subjugará a alma de todo aquele sobre a qual recair, seja com que fim for, até mesmo nas amarrações amorosas ou em qualquer outro assunto importante nas vidas de quem sofre.

Pois assim as missas são chamadas «negras», pois que apelam ás maldições de Deus, e elas são temíveis e motivo de temor, pois que assim foi revelado:

Deus das vinganças, aparece ó Deus das vinganças

Salmo 93, 1

Pois assim se sabe que por intercedência de um santo de Deus, quando o Senhor ao aceitar estabelecer uma maldição, Ele fará essa maldição prevalecer com tamanho furor que face á sua vingança e ao seu castigo ninguém poderá resistir, e a seu tempo, no tempo que Deus determinar, tal como Abraão viu Isaac nascer, e tal como o povo de Deus após 40 anos de peregrinação no deserto se viu entrar na terra prometida…. então também aquele que pede a maldição de Deus, e por quem Deus aceita estabelecer a sua maldição…. esse verá o seu pedido estabelecido e a sua esperança recompensada.


*** Balaao

São por isso missas…. «Negras», num sentido de temor pelo imenso poder das maldições de Deus, pois que assim está escrito:

Tú [ Deus] és terrivel! Quem pode resistir á tua frente, quando ficas irado?

Salmo 76,8

Pois aquele que se recusa a obedecer á vontade de Deus ou de um santo de Deus, resistindo a entregar-se aos caminhos que lhe foram ditados e rebelando-se contra trilhos que lhe são indicados, verá na sua alma recair a ira de Deus e da sua maldição, sobre ele descerão espíritos maus e demónios sob autoridade de Deus como sucedeu com o rei Saul, e ali se firmará essa maldição até que a pessoa ceda a vergue, pois que «Deus é terrível»

São por isso missas…. «Negras», num sentido do temor que temos face ás maldições de Deus, pois que elas são como as que Deus amaldiçoou o Egipto, e pois que nelas se está pedindo pelo mesmo feito que deu origem ás pascoa judaica, sendo que nessa mesma pascoa judaica Jesus foi crucificado, tal é o poder de tais chamamentos divinos.

São por isso estas as missas em que se invocam as mais poderosas maldições de Deus, as mesmas que aniquilaram uma nação inteira como o poderoso Antigo Egipto, afundando-o numa maldição de 10 pragas que perseguiram o seu faraó de forma tal…. que o faraó se viu obrigado a ceder á maldição e a libertar o povo do Egipto.


*******Missa_velas **********

Pois se apelando ás maldições de Deus, cumprirem-se as instruções que vos foram dadas, jamais decepcionando ou enganando as instruções dos santos de Deus, e se Deus aceitar os vossos pedidos…. Eis que sobre a alma do amaldiçoado se firmarão maldições por tal forma devastadoras, que outra coisa não poderá o amaldiçoado fazer senão ceder á maldição, ou então amaldiçoado e desgraçado viverá ate ao dia da sua morte, e por isso condenado estará a ceder aos fins pedidos na maldição.

Pois se o faraó do Egipto assim cedeu e vergou…. Quem poderá resistir a tais maldições?, seja em que assunto for?

Pedir pelas bênçãos de Deus, é sempre um momento de luz e um momento de abertura dos corações ao amor. È por isso um momento considerado «branco».

*********Oracao 900 ***********

Pedir pelas bênçãos de Deus, é sempre um momento de luz e um momento de abertura dos corações ao amor. È por isso um momento considerado «branco».

Ao contrário, pedir pelas maldições de Deus, é sempre um momento de temor, e por isso um momento considerado «negro», e por isso um momento em que relembrando a pascoa em que a maldição de Deus para sempre atingiu os primogénitos, e um momento em que Deus acabou por oferecer o seu próprio primogénito ao sofrimento e á morte como um cordeiro…. é um momento por nós retido como de temor, e por isso um momento designado por «negro», pois que é um período em que invocamos aquilo que mais temor gera em qualquer um…. e essas são as maldições de Deus,e todos os espíritos «negros» sob comando do Senhor e que podem descer ao amaldiçoado para lhe atormentar a alma até que ele ceda e vergue aos fins da maldição, tal como sucedeu com Job, com Saul, como Acab e com Abimelec, todos eles infestados por espíritos maus enviados por Deus.

Onde essas, ( as maldições dos santos de Deus e de Deus), se aquele que as procura cumprir as instruções dos santos, e onde essas Deus as aceitar firmar…. essas serão para sempre um motivo de esperança nos santos de Deus e em Deus…. e essas no tempo que Deus marcar, tal como a Moisés sucedeu…. darão sempre o seu fruto.


************* Templarios **************

A ordem dos Templários, assim como outras ordens religiosas devotas, foram perseguidas por celebrar missas negras, e por isso acusadas de servirem o Diabo, acusações essas que nada correspondiam á verdade dos factos, e que apenas deturparam por completo a verdadeira essência do acto litúrgico que é a missa negra conforme o caminho dos santos, e que visa apelar ás maldições de Deus, tal como o acto litúrgico «branco» da eucaristia visa apelar ás bênçãos de Deus.


Pergunta-se: como pode alguém operando num altar dedicado a um santo de Deus, celebrar missas brancas, mas também missas negras?

Antes demais, a para que se saiba sobre o tema, por favor leia e consulte:

Sobre magia branca e magia negra

Pois e quanto ás missas negras em particular, essa resposta vamos encontra-la na idade media e nos saberes ocultos mais devotamente professados nesses misteriosos tempos.

Pois que na idade média algumas das mais influentes correntes de pensamento espiritual, místico e religioso professavam que aquele que era verdadeiramente possuidor de autoridade para celebrar a dita «missa negra», era um sacerdote, ou seja, alguém que havia jurado votos de fidelidade, de serviço e de submissão a Deus, ou a um santo de Deus, pois que apenas esse poderia usar o poder em si investido pela força de tais votos, para poder reverte-los numa cerimónia «negra» e assim conseguir invocar as maldições com pleno sucesso.

Pois na idade media, padres haviam que tanto celebravam á luz do dia as suas missas brancas, ( aqueles que conforme os preceitos das liturgias servem para conjurar as bênçãos de Deus), como de igual modo á noite celebravam as missas negras, e nessas conjuravam as maldições de Deus contra quem assim se lhes encomendasse tal serviço litúrgico.

Claro que a pratica deste tipo de missas era altamente controverso, e muitos dos sacerdotes que a elas se dedicavam foram acusados de bruxaria, ( acusação sem qualquer sentido, pois que bruxas não participavam em rituais litúrgicos monoteístas como os que os padres acusados conduziam), e foram por isso severamente punidos.

A igreja católica chegou mesmo a legislar informalmente sobre tais liturgias, estipulando que o sacerdote acusado de celebrar tais missas não poderia ser salvo por nenhum bispo, nem nenhum cardeal, mas tão somente o Papa teria poder para lhe conceder um perdão.

Algumas ordem religiosas, ( como os Templários), foram acusados da pratica e celebração deste tipo de missas, sendo que as acusações fantasiosas que sobre eles recaíram, alegavam tanto que nessas missas eram cometidas as maiores atrocidades, como que os templários eram adoradores do demónio. Claro que as fantasiosas acusações serviram apenas para exterminar a ordem dos templários, e para que assim fazendo a coroa francesa e o Vaticano se livrassem de um credor, ( pois que tanto o Vaticano como o estado francês estavam profundamente endividados junto da ordem dos templários), como ao mesmo tempo tanto o rei francês como o Papa dividissem entre si o vasto património da ordem dos templários, assim salvando-se da ruína e enriquecendo «da noite para o dia» á custa dos monges de Cristo.

Há excepção desse «feito» histórico, ( alguns lhe chamariam antes de «pilhagem» e «assassínio a sangue frio» de homens de Deus, a troco da conquista de uma fortuna), de pouco mais serviram as idiotas acusações atiradas aos templários, pois que se missas «negras »eles celebraram, pois que as celebraram tal como celebravam as missas «brancas», e muitas das vezes celebraram-nas a pedido de reis, ( como o rei de França), pedindo maldições de Deus contra os seus inimigos…. maldições essas que se vieram a cumprir a favor de quem as encomendou e depois delas se veio fazer valer para atacar os homens de Deus.

Contudo dessas mesmas maldições de Deus esses reis não se livraram, pois que antes de morrer os últimos templários vivos, ( já encarcerados em masmorras e aguardando a sua execução), apelaram ás maldições de Deus contra o rei de França e o Papa, sendo que ambos acabaram por «curiosamente» falecer de formas adversas e misteriosas.

Pois ordens religiosas míticas como os Templários, ( ou mesmo os secretíssimos carolíngios), foram praticantes devotos da fé nos santos de Deus e em Nosso Senhor Jesus Cristo, apelando tanto ás bênções como maldições de Deus, e procurando beber das mais profundas e poderosas fontes de sabedoria espiritual e mística. Não se julgue por isso, que uma tal fé se perdeu, nem que um tal saber se esfumou, por muitas acusações de heresia que sobre tais homens de fé pudessem ter perdurado, pois que eis que o que eles eram…. ainda hoje continuam sendo…. homens de profunda fé e saber espiritual.


#### templarios

Perguntam muitos: mas como falar de Deus, quando se fala de magia negra?

Pois observe-se que as escrituras revelam:

Certo dia, os anjos apresentaram-se a Deus, e entre eles foi também Satã

Job 1,6

Desta forma se sabe que Deus é senhor de todas as coisas, e que sob a sua autoridade estão não apenas anjos, mas também demónios, e que essas forças podem por isso ser invocadas em nome do Senhor com grande poder e terríveis efeitos, sendo que no caminho dos santos a isso se chama de …. Magia negra.

Mais:
Revelam as próprias escrituras, que Deus usou, por mais de uma vez, de espíritos maus ao seu serviço para fazer cumprir os seus projectos, sendo que assim o fez com Abimeleque para junto dele gerar discórdias, assim como o fez junto de Job para testar a sua fé, assim como o fez junto do rei Acab para o derrotar, e também o fez junto do Rei Saul para assim o enfraquecer e abrir caminho a que David fosse rei.

Foram mais de uma vez e muitas as vezes que Deus não hesitou em usar espíritos maus ao seu serviço, atestando-se assim que Deus pode fazer uso não apenas de anjos, ( magia branca), mas também de espíritos maus e demónios, ( magia negra), para fazer cumprir a sua vontade.

Por tudo isso se sabe que Deus é senhor de bênçãos, contudo também é senhor das mais temíveis maldições, eis que tal sabemos pois que assim foi revelado:

«Eu sei que o rei do Egipto não vos deixará ir, se não for obrigado por mão forte. Portanto, vou estender a mão e ferir o Egipto com todas as maravilhas que farei no país»

***********Êxodo 3, 19**********

Pois assim se sabe que através de um santo de Deus, ( como foi Moisés),s e podem cumprir não apenas as bênçãos de Deus, como as suas maldições, e as suas maldições são terríveis e tudo podem revolver e forçar a suceder, pois que assim esta escrito:

«Tú [ Deus] és terrivel! Quem pode resistir á tua frente, quando ficas irado?»

Salmo 76,8

Que as maldições de Deus são um sinal do seu enorme poder, também sabemos pois que assim está escrito:

Todas estas maldições cairão sobre ti, perseguir-te-ão e atingir-te-ão, até seres exterminado, porque não obedeceste a Deus (…) Essas maldições serão para sempre um sinal e um prodígio

********Deuteronómio 28, 45-46 ***************

Pois por assim ser sabemos que as maldições de Deus são um sinal e um prodígio que atesta do seu poder, e por elas muito pode ser alcançado pois que…. quem poderá desobedecer-lhes?

Que por último sabemos que Deus é senhor não apenas de bênçãos e amor, mas também de maldições poderosas, assim o sabemos pois que assim foi revelado:

Cristo resgatou-nos da maldição (…), tornando-se Ele próprio maldição por todos nós

*******Gálatas 3,13 ******

Nas doutrinas cristas mais ortodoxas, Deus é por vezes encarado apenas como um Senhor de amor, mas um Senhor quase «impotente» perante o mal, pois que o mal parece actuar livremente diante de Deus sem que Ele nada possa fazer. E porem nas doutrinas cristas que vão beber directa e fielmente ao judaísmo, (como no «Caminho dos Santos»), uma tal noção é firmemente negada, pois que se defende que Deus não é Senhor apenas de «algumas» coisas, mas sim Senhor de «todas» as coisas, e por isso «todas» as coisas sem excepção, (incluído anjos bons e anjos maus, e por isso incluído magias brancas ou negras), tudo isso está sob o poder e autoridade de Deus, e por isso eis que para todas essas coisas Deus pode e deve ser invocado.

E mais provas disso observais, pois que assim está revelado:

Quando operou os seus sinais do Egipto (…) lançou contra eles o fogo da sua ira: cólera, furor e aflição, anjos portadores de desgraças

Salmo 78,43;49

Foi através de anjos maus, ou anjos portadores de desgraças, que Deus feriu o Egipto a fim de vergar o coração endurecido do faraó e assim libertar o povo de Deus. Pois tanto através de anjos bons, ( magia branca), como de anjos maus, ( magia negra), pode Deus actuar e fazer prevalecer a sua ordem em defesa do oprimido, do ferido, do magoado.

E se fé houver, então também tal coisa pode ser feita e vosso favor quando sofreis, e eis que tais coisas clamadas pelos santos de Deus a Deus, são isso mesmo: é clamar a Deus para que tal como através de um dos seus santos, ( como foi Moisés, e como é são Cipriano), então anjos de desgraça amaldiçoem a alma daquele que vos feriu, para que ela sendo vergada e vencida então se submeta a vós, e para que nas coisas em que sois sofredores então possais ser vitoriosos através do terrível poder de Deus . E por isso e em verdade: esta é a lei de Deus á qual é licito recorrer com fé, e pela fé sermos respondidos

E mais assim é revelado:

Eu enviarei diante de ti o meu terror (…)

Êxodo 23,27

Pois assim se sabe que Deus é não apenas Senhor de maravilhas, como Senhor dos maiores terrores, e assim Deus é amor mas também é ira, Deus é bênção mas também é maldição, Deus comanda anjos de luz como anjos de terrores, Deus é Senhor de magias brancas ou negras, e Deus é Senhor de todas as coisas. E assim, em clamor e fé todas essas coisas lhe são possíveis de pedir através dos seus santos, tal como foram por Ele manifestadas através de um santo como foi Moisés. E que Deus é Senhor tanto de santas maravilhas como é também Senhor de terríveis feitos, eis que assim está escrito:

Qual Deus é como Tu? Quem é santo como Tu, ó Magnifico, TERRIVEL em proezas (…)?

Êxodo 15,11

Pois assim se atesta que o Senhor é Senhor não de apenas algumas coisas, mas sim de todas as coisas, pois que todas as coisas Lhe pertencem, e por isso apelar a tudo aquilo que vem de Deus, ( sejam as suas santas maravilhas, como as suas proezas terríveis; sejam os seus anjos bons como os seus anjos maus; seja a sua magia branca ou a sua magia negra), é apelar a Deus em toda a magnifica extensão do seu poder tal e conforme as escrituras assim o revelam. E em verdade eis que assim está escrito:

Se não me ouvirdes (…) mandarei contra vós a maldição

Malaquias 2,2

Assim, como negar que se o Senhor é amor e compaixão e por isso gerador de bênçãos, (magia branca), também ele é Senhor de vinganças e maldições, ( magia negra), e que todas essas coisas estão sob o seu magnifico e terrível poder? E como assim negar que ao Senhor apelar em todas estas coisas, é apelar a Deus conforme a sua Palavra?

E por isso mesmo, assim está revelado:

Deus é um fogo devorador.

Deuteronómio 4,24

E mais assim também está revelado:

O senhor é TERRIVEL

Eclesiástico 43, 29

Não pensais por isso que porque Deus é amor…. que Deus é fraco, pois que se Deus é amor porem Ele tambem é terrivelmente poderoso, e saiba-se assim que de Deus provem não apenas bênçãos entregue por espíritos bons, ( magia branca), como também Deus é Senhor de ira e de maldições entregues por espíritos maus, ( magia negra), e sobre todas essas coisas Deus é Senhor, e todas essas coisas podem a Ele ser clamadas através dos seus santos, tal como o foram através de Moisés.


Técnicas espirituais usadas na magia negra celebrada conforme o saber de são Cipriano,

e do «caminho dos santos»:

Assim diz a obra de são Cipriano:

Porque Deus permite que o demónio atormente as criaturas (…)

1º È para que o homem, obstinado, em culpas, sirva de terror aos outros homens

2º È para que os que não são obstinados, sejam só castigados neste mundo[ e não no próximo] pelas suas culpas

3º É para que o homem, vendo-se castigado pelo demónio, fuja de ofender a Deus

4º É para castigar alguma culpa ( …) da qual se quer satisfazer a justiça de Deus

5º É para os que estão em graça, não caiam dela

6º É para que se arrependam os pecadores, vendo com os seus olhos a justiça de Deus

7º É para mostrar a santidade de algumas criaturas

8ºÉ para purificar os seus escolhidos

9º È para que tenham o purgatório neste mundo, e se confundam, vendo que dos seus males resultam as criaturas tantos bens

Obra de são Cipriano; sobre poderes ocultos, orações e esconjuros; capitulo 1º

Pois existem 9 motivos pelos quais Deus pode permitir que demónios e espíritos maus vão e atormentem as almas das criaturas, ou seja, 9 motivos pelos quais pode ocorrer com pleno sucesso a chamada «magia negra».

E na magia negra conforme praticada pelo caminho dos santos e segundo os saberes de são Cipriano, tais motivos que Deus firmou, são os motivos através dos quais as maldições de Deus, (a magia negra), são chamadas a perseguir uma alma, ou seja: de forma a que seja alcançada justiça contra o injusto, ou de forma a que os de corações obstinados cedam e se submetam, ou por forma a que aquele que outrem feriu então sinta o castigo, etc.

E porque vias e manifestações opera a magia negra conforme são Cipriano a ensinou?

Assim diz a obra de são Cipriano:

Nomes dos demonios que atormentam as criaturas, porque Deus as consente que elas as mortifiquem (…) [e] quantas castas há de demónios (…):

Há obsessos, possessos, malificiados.

Os obsessos são aqueles que o demónio atormenta estando do lado de fora

Os possessos são aqueles que tem o demónio dentro do corpo

Os malificiados são aqueles que o demónio apoquenta ou molesta (…) por concurso de alguma feitiçaria ou trabalho

Os malificiados e possessos, são os que estão enfeitiçados e juntamente possuídos pelo demónio

Os malificiados obsessos são aqueles a quem o demónio persegue na parte de fora

Os repticios são os que o demónio suspende ou arremessa pelo ar, que são os que tem um pacto

Os fitonicos são os que tem espírito que adivinha

Os lunáticos são os que nos crescentes ou minguantes de lua são atormentados

Os fascinados são aqueles a quem o demónio move a trabalhar ou falar, sem que saibam o que fazem ou falam



Obra de são Cipriano; sobre poderes ocultos, orações e esconjuros; capitulo 2º

Pois estas são as 7 castas de espíritos maus que Deus pode permitir que infestem uma criatura tal como o Senhor o fez a Saul para que esse fosse infestado, e estas são as 9 formas como a criatura pode ser infestada pelos espíritos que Deus permitir que ali se alojem, tal como Deus permitiu que sucedesse a Job ou ao rei Acab. E eis que assim conforme são Cipriano ensina, e dentro dos mais ocultos saberes religiosos, a magia negra se pode operar de terríveis formas, porem ao serviço de Deus.

Eis os 6 ensinamentos basilares da magia negra e que provem directamente da obra de são Cipriano, e ei-los:


1º Ensinamento: sobre a fé.

Sobre a fé, na obra de são Cipriano podemos ler:

«O espírito mau segredou-lhe ao ouvido: tens ainda pouca fé no meu poder, e é por isso que não achas as pedras de que te falei.»



Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 4º, pagina 251



Assim se fica sabendo que apenas tendo fé no espírito, é possível do espírito retirar a sua obra.


1º Ensinamento: sobre a paciência
#
#
#
##############
#
#
#
#


Sobre a paciência, na obra de são Cipriano podemos ler:



«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo que se desejamos entregar os destinos de um assunto ás mãos de um espírito, então assim o façamos para que o espírito dele se encarregue e por ele providencie. Porem, se não temos fé e paciência para entregar o destino desse assunto ás mãos de um espírito, e tendo-lhe entregue o assunto ainda assim persistimos em tomar o assunto em nossas mãos, então de que serviu entregar o problema ás mãos do espírito se persistimos ainda assim em tratar dele pelas nossas mãos? Uma vez entregue um assunto ao espírito, deixai então que ele trate do problema pelas suas mãos e não pelas nossas, porque das nossas mãos mortais nada colheremos, e sabendo deixar operar as mãos de um espírito ele assim vos dará a chave que abre a porta que não se vos abre.


3º Ensinamento: sobre a sacrifico



Sobre sacrifico, na obra de são Cipriano podemos ler:



«Para que gozes da minha protecção, é necessário que faças algum sacrifício»



Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo, capitulo 7º, pagina 260



Pois assim sabemos que nenhum milagre, nem nenhum prodígio, nem nenhuma protecção do espírito cairá do céu sem algum sacrifício. E porem, esse sacrifício aliado á fé, será então o grão de areia que fará a montanha mover-se a vosso favor.


4º Ensinamento: sobre Deus



Sobre Deus, assim está escrito na obra de são Cipriano:



«(…) Disse o demónio - Infelizmente nada possa fazer contra o Deus todo poderoso (…) que se quiser poderá nos impedir de qualquer movimento»



Obra de S. Cipriano – Pag 22, Capitulo «Nascimento, vida e Morte de S. Cipriano; Cipriano e Clotilde»



Por isso assim se sabe que aquilo que Deus aceitar firmar ele firmará, porem aquilo que Deus não aceitar decretar ele não decretará, e esta é a lei. Assim ensina são Cipriano que quando desejais a mais forte das magias, lembrai-vos de Balaão e de são Cipriano, e assim não caia o vosso apelo em orações fúteis e fé mal guiada, mas antes dirigi-vos a um altar onde os santos de Deus são venerados, pois que apenas através de um santo de Deus podereis obter permissão para que tanto anjos, ( magia branca), como demónios, ( magia negra), actuem em vosso favor, pois que apenas através da autoridade de Deus se podem tais prodígios firmar, e todo o santo de deus apenas a Deus clama para abrir caminhos, seja na magia branca, ou na magia negra.



5º Ensinamento: sobre a oração



Sobre a oração, assim está escrito na obra de são Cipriano:



«A oração é o meio que o homem tem para comunicar-se com Deus e com os espíritos»



Obra de S. Cipriano Pag 391



Pois assim se sabe que é na oração, proferida com fé numa casa de oração e num altar dedicado a um santo de Deus como é são Cipriano, em que muitas orações se juntam clamando em todo o seu poder, que todos os prodígios são possíveis, e fora da oração e da fé expressas numa casa de oração e num altar de um santo de Deus, pouco será alcançado pois que assim são Cipriano ensinou.



6º Ensinamento: sobre as instruções



Sobre o cumprimento das instruções de um trabalho espiritual, assim diz a obra de são Cipriano:



«Cumpridas as instruções de Lúcifer, Cipriano pode então apossar-se de Elvira, como pretendera»



Obra de S. Cipriano, Pag 20, Capitulo «Cipriano e Elvira»



Pois assim se sabe que apenas cumprindo com rigor as instruções de um espírito, então será possível colher o fruto da acção desse espírito. Respeitai a instrução e podereis ter o benefício do espírito, porem desrespeitai a instruções do espírito e nada vos será dado, mas apenas tirado.




Em resumo:



Ensinamento geral sobre os saberes de são Cipriano



Sobre os saberes de são Cipriano, assim diz a obra de são Cipriano:



«(…) os manuscritos que ele escrevera e os apontamentos da bruxa Èvora, botou-os no fundo da sua grande arca, pois, apesar de não terem sido fortes o suficiente contra Deus(…), os reconhecia de portentoso valor»



Obra e vida de S. Cipriano, extraída do Flos Sanctorum



Eis por isso que são portentosos e valorosos os saberes de são Cipriano, e se os usais conforme estas 6 regras, eis que eles vos responderão sem falhas, e sempre conforme estes 6 ensinamentos aqui revelados por são Cipriano.





A magia negra e o exemplo de Balaão, um santo de Deus que a praticou





Um dos exemplos bíblicos de um santo de Deus, que havendo sido abençoado por Deus praticou tanto a magia branca, ( as bençaos de Deus), como a magia negra, ( as maldições de Deus), foi Balaão.

Balaão celebrava magia branca, ( as bênçãos de Deus), e as magia negra, ( as maldições de deus), e contudo jamais as usou senão com autorização de Deus, pois que reconheceu que toda a magia branca ou negra apenas poderia operar os seus fins através de Deus, pois que assim está escrito:



Balaão respondeu aos enviados de balac:« Ainda que o rei Balac me desse o seu palácio cheio de mouro ou prata, eu não poderia desobedecer á ordem de Deus , em coisa nenhuma , grande de ou pequena»

Números 22, 18



Assim se sabe que apesar de praticar ma magia negra e branca, Balaão apenas o fazia sob obediência de Deus, pelo que foi tido com um santo de Deus, pois que assim foi revelado:



Oráculo de Balaão, filho de Beor, oráculo do homem de olhos penetrantes, oráculo de quem ouve as palavras de Deus e conhece a ciência do altíssimo. Ele vê aquilo que o Todo Poderoso mostra

Números 24, 3-4



Mais se sabe que Balaão foi um santo de Deus, pois que sobre ele desceu o espírito santo, e pois que assim está escrito:



Então o espírito de Deus desceu sobre ele [ Balaão]

Números 24, 2



Pois que mesmo praticando magia negra e magia branca, Balaão como são Cipriano foi tido como um santo de Deus por aceitar Deus no seu coração com fé e temor, e por jamais praticar a sua magia sem que o fizesse com autorização de Deus, pois que assim está escrito:



Eu não poderei ir contra a ordem de Deus, fazendo o mal ou o bem por contra própria

Números 24, 13



Contudo, também se sabe que Balaão ao assim agir, assegurou que todas as magias negras ou brancas por si praticadas, firmavam-se estabeleciam-se, pois que assim está escrito:



Fica abençoado quem abençoas, e fica amaldiçoado quem amaldiçoas

Números 22, 6



Também se sabe que Balaão praticou a magia negra e a magia branca com fé e conforme os saberes mais ancestrais das escrituras, e por isso as bênçãos ou maldições por si intercedidas edificavam-se, e isso sabemos pois que assim esta escrito:

Então Balaão disse a Balac: «Edifica-me aqui sete altares, e prepara-me sete bezerros e sete carneiros novilhos e sete carneiros.» Balac fez cconfome balaao tinha pedido, e os dois oferecram em holocautos um bezerro e um carneiro sobre cada altar

Numeros 23, 1-2

Por ultimo, e apesar de balaao exercer a magia negra e a magia branca, eis que se atesta que ela era verdadeiramente um santo do Senhor, popis que ele profetizou a vinda de Jesus a este mundo:

Eu vejo-O mas não é agora; eu comtemplo-o, mas não de perto: uma estrela avança de jacob, um ceptro levanta-se em isarael

Numeros 24,17

Pois por tudo isto de sabe que a magia negra e a magia branca podem ser celebradas com a anuência de Deus e sob a autoridade de Deus, e que assim fazendo-se, podereis ver maravilhas produzidas em todos os aspectos das vossas vidas.



As missas negras, ou missas de apelo ás maldições de Deus por intermédio dos santos de Deus, são particularmente indicadas em casos de conjuração de maldições para fins de amarração amorosa, maldições de indesejáveis, maldições de justiça contra o injusto, e muitos outros fins que podem ser alcançados por via das maldições dos santos de Deus, tal como pelas mesmas maldições Moisés, ( um santo de Deus), levou o faraó do Egipto a ceder, vergar-se, e aceitar o desejo de libertação do povo hebreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!