Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Blessed Be!!!



A maioria dos wiccanos usa o cumprimento ritual “blessed be” com muito orgulho, assim que dá os primeiros passos nesta prática. 


Com reverência e alegria, concede inúmeros “blessed be”, na felicidade de sentir-se parte de uma comunidade mágica em expansão. 


Este uso indiscriminado é praticado por wiccanos recentes ou experientes, todos pensando estar distribuindo uma bênção corriqueira, um simples “abençoado(a) seja”. 


Isto porque poucos sabem o significado e as implicações de tal saudação.


Originariamente, o “blessed be” é a forma contraída de um cumprimento ritual wiccano (gardneriano/alexandrino, principalmente, mas usado por todos os sub-grupos de wicca), usado com formalidade e intimidade, adaptado de uma prática celta mais antiga.
É também chamado de beijo quíntuplo (five-fold kiss). 


O cumprimento é realizado entre o sacerdote e a sacerdotiza do coven, ou pelos membros do coven entre si, mas apenas entre homens e mulheres, pois é a saudação do feminio pelo masculino e vice-versa. 


A sacerdotiza e o sacerdote ficam frente a frente. 


O sacerdote ajoelha-se diante dela, e beija seus pés, dizendo: 


-"Abençoados sejam (blessed be), teus pés, que te conduzem pelo caminho". 


Depois, beija seus joelhos, dizendo: 


-"Abençoados sejam teus joelhos, que se dobram diante do altar". 


Depois, beija a região do útero dela, dizendo: 


-"Abençoado seja teu ventre, que propaga a vida". 


Depois, beija seus seios, dizendo: 


-"Abençoados sejam teus seios, que nutrem a vida, formados em beleza". 


Depois, beija seus lábios e diz: 


-"Abençoados sejam teus lábios, que proferem os nomes sagrados". 


Os dois se abraçam. 




Então, a sacedotiza ajoelha-se diante dele, beijando-o nos pés, joelhos, genitais, peito e lábios, dizendo: 


-"Abençoados sejam teus pés, que te conduzem pelo caminho. 


Abençoados sejam teus joelhos, que se dobram diante do altar. 


Abençoado seja teu falo, que a tudo fertiliza. 


 Abençoado seja teu peito, formado em força. 


Abençoados sejam teus lábios, que proferem os nomes sagrados" (conforme beija cada local). 


Os dois se abraçam.
Portanto, ao cumprimentar outra pessoa com a forma “blessed be”, concede-se ao outro exatamente um beijo quíntuplo. 


Ele não deve ser oferecido a qualquer um, mas usado criteriosamente e parcimoniosamente. 


É representante de confiança, intimidade e reconhecimento sagrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!