Quem sou eu

Minha foto

"Sou uma Bruxa (palavra com muitos significados na linguagem comum) porque uso as energias da natureza e celebro seus ciclos. Meu convívio com estas forças é forte e harmonioso visto que busco nelas as energias para me nutrir e auxiliar a quem necessitar. Minha grande Catedral é o Cosmos e ali estão todas as crenças, religiões e doutrinas que preciso para a evolução da alma. Ali coloco meu coração e recebo as energias para ser feliz. Como Wicca, meu ritual é feito ao ar livre e tenho o Céu (Cosmos) como cobertura e ali referencio a grande Mãe que somada as energias masculinas do Deus Conífero, formam, a meu ver, o equilíbrio necessário entre as forças Yin e Yang"

Selo de Hécate

Selo de Hécate

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Lilith, a Deusa Negra (texto e imagem excluído do face da amiga Sol Selen)



Na antiga Babilônia, ela era venerada sob os nomes de Lilitu, Ishtar e Lamaschtu. A mitologia judaica posteriormente a definiu como um demônio (feminino) companheira de Satã, que tenta os homens e assassina as crianças.

O nome de Lilith tem duas interpretações: "mulher da noite" ou "lilu" (lótus), a flor-Yôni da Grande Mãe, portal da união carnal, e do sexo.
A origem de Lilith apresenta-se através da mitologia babilônica, com versões diferentes do seu nascimento. O nome Lilith vem da Mesopotâmia, encontrado nas civilizações sumeriana, acadiana e babilônica.

Belit-ili, Lillake, a cananéia Baalat, a divina senhora, são alguns de seus nomes. Nas representações mais antigas de Lilith, ela aparece como Lillake (cidade de Ur, 2000 a.C). Lilith está diretamente associada à coruja, sendo representada como uma mulher sedutora.Na literatura hebraica, ela é a primeira mulher de Adão. O criador criou Lilith e Adão como gêmeos.
Ela queria igualdade para com ele, mas esse pedido lhe foi negado. Ela não se subordina a Adão, e consequentemente, incorre na ira de deus.
Lilith foge para o Mar Vermelho e com Samael cria uma infinidade de seres demoníacos, que juram atacar a raça humana. Uma lenda islâmica atribui a Lilitu, a origem dos djinn (gênios) seres de fogo que vivem nos espaços entre mundos.
Antiga oração a Deusa Negra, Lilith


´´ Que eu jamais seja controlada
nem pela luz nem pelas trevas
sou a manifestação da Deusa na terra
que não haja fogo ou fogueira capaz de me deter
que jamais haja forças no patriarcado para me controlar
pois sou um ser livre
sou uma mulher-serpente
sou filha do sol e da lua
por isso não posso ser controlada
posso ser conduzida pelo Poder da Mãe
mas jamais controlada
não existem forças no céu ou na terra
capazes de me deter
pois sou uma mulher indomada
sou o princípio feminino
sou Lilith ``

Lilith, a Deusa Negra
  Na antiga Babilônia, ela era venerada sob os nomes de Lilitu, Ishtar e Lamaschtu. A mitologia judaica posteriormente a definiu como um demônio (feminino)  companheira de Satã, que tenta os homens e assassina as crianças.

  O nome de Lilith tem duas interpretações: "mulher da noite" ou "lilu" (lótus), a flor-Yôni da Grande Mãe, portal da união carnal, e do sexo.
  A origem de Lilith apresenta-se através da mitologia babilônica, com versões diferentes do seu nascimento. O nome Lilith vem da Mesopotâmia, encontrado nas civilizações sumeriana, acadiana e babilônica. 

  Belit-ili, Lillake, a cananéia Baalat, a divina senhora, são alguns de seus nomes. Nas representações mais antigas de Lilith, ela aparece como Lillake (cidade de Ur, 2000 a.C). Lilith está diretamente associada à coruja, sendo representada como uma mulher sedutora.Na literatura hebraica, ela é a primeira mulher de Adão. O criador criou Lilith e Adão como gêmeos.
  Ela queria igualdade para com ele, mas esse pedido lhe foi negado. Ela não se subordina a Adão, e consequentemente, incorre na ira de deus.
  Lilith foge para o Mar Vermelho e com Samael cria uma infinidade de seres demoníacos, que juram atacar a raça humana. Uma lenda islâmica atribui a Lilitu, a origem dos djinn (gênios) seres de fogo que vivem nos espaços entre mundos.
Antiga oração a Deusa Negra, Lilith


                                               ´´ Que eu jamais seja controlada
                                                 nem pela luz nem pelas trevas
                                                 sou a manifestação da Deusa na terra
                                                 que não haja fogo ou fogueira capaz de me deter
                                                 que jamais haja forças no patriarcado para me controlar
                                                  pois sou um ser livre
                                                  sou uma mulher-serpente
                                                  sou filha do sol e da lua
                                                  por isso não posso ser controlada
                                                  posso ser conduzida pelo Poder da Mãe
                                                  mas jamais controlada
                                                  não existem forças no céu ou na terra
                                                  capazes de me deter
                                                  pois sou uma mulher indomada
                                                  sou o princípio feminino
                                                  sou Lilith ``


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blessed Be!